Letras de músicas - Letras.mus.br

Louco, Alucinado

Negredo

Louco, alucinado, sofrendo revoltado
Pensando em afogar suas mágoas.
Começou a desandar, desabar
Só desgraça na ressaca todo dia.
Pra esquecer.. os problemas da vida
Perdeu emprego, mulher, família.
Menospresado, descriminado, lá e obstáculo
Se atolou nas drogas, no álcool.
Jogado, comendo lixo, como um bicho.. na alucinação
Irmão.. custa caro o preço pra sair da depressão.
Quer esquecer de tudo, viajar pra outro mundo
Se acabando pouco a pouco
A vida é um jogo
Tem que saber jogar.
Um livro aberto com várias páginas
Uma tia de tristeza e alegria
E eu peguei a minha, uma ferida que nõa cicatriza
Caí na real.
Errar é humano
Qualquer um, comete engano.
Pensar contigo mesmo
Queria corrigir esse erro
Voltar atrás mas agora é tarde demais.
Na paranóia, na escuridão
Vem doidão, fora de si na lucidez...
Caído na calçada... e assim cantava, cantava, cantava.

(refrão):(2x)
Ás vezes eu me sinto louco "louco"
Em pensar "em pensar"
Posso morrer "posso morrer".
Aí eu vou falar com deus "com deus"
E você vai falar pros netos seus "netos seus".
E minha alma subirá "subirá"
E somente o profeta pra me orar "pra me orar".

Caralho, acordei onde estouum passo que dou, tudo gira.parece loucura, adrenalina puranaquele momento se sentia feliz. o que sempre quis, pra levantar o astral ter moral criar coragemmas tudo isso é só de passagem.questão de minuto com efité outro.arrependido, tinha vontade de partirsumir daqui, achar uma saídamas não sei pra onde eu vouninguém eu sou, eu não sou nada.apenas, um andarilho nessa estradatô encurralado, nesse tempo difícilsenti na pele o preço do víciocansado de tudo, não quer se ajudar...não tem forças pra lutar,não to nem aí pra o que aconteçatalvez, nem amanheça.caído na calçada... e assim cantava, cantava, cantava.(refrão):(2x)ás vezes eu me sinto louco "louco"em pensar "em pensar"posso morrer "posso morrer".aí eu vou falar com deus "com deus"e você vai falar pros netos seus "netos seus".e minha alma subirá "subirá"e somente o profeta pra me orar "pra me orar".no outro dia careta, pensei, raciocineiestou no sufoco, vou morrer de desgostosem conforto, e o a o porto(háa) e daí posso morrer "posso morrer".não tenho nada a perder, razão pra viver, pra sonhar.a vida é fodapassado a infância, outra lembrança ia à escola jogava bola.abraçava as pessoas, sendo ela má ou boa.compreendi a realidade pela esperiência vividaolha como errei, pensei posso mudar melhorar, eu sei.vivendo e aprendendo.então, uma orientação, fortaleça a fé do seu coração.porque deus é o seu guia e a vida é para ser vivida.em paz e amor, não tem ódio, angústia e dor.devia ter pensaado antes hoje eu não podia, tar assim.pela lição aprendi... arrependido...caído na calçada... e assim cantava, cantava, cantava......(refrão):(2x)ás vezes eu me sinto louco "louco"em pensar "em pensar"posso morrer "posso morrer".aí eu vou falar com deus "com deus"e você vai falar pros netos seus "netos seus".e minha alma subirá "subirá"e somente o profeta pra me orar "pra me orar".aí, somente o profeta pra me orar, somente deus pode me salvar, pode acreditar, pode acreditar.

5.265 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais