Letras de músicas - Letras.mus.br

Digno é o Cordeiro

Néia Tasca

Nasceu pra salvar a humanidade
Curas e milagres realizou
Viveu como um carpinteiro e pescador
Trouxe vida e paz

O véu se rasgou, a terra tremeu
O sol se escondeu, a escuridão apareceu
Sua vida se foi, o sacrifício se cumpriu
Seu sangue derramou na cruz por mim e por você

Por amor o Pai o enviou pra pagar pelos pecados
E libertar das garras do diabo quem crer em seu nome
Digno é o cordeiro que morreu sem murmurar
Foi moído pelos meus pecados

Quem é digno de desatar ?
Quem é digno de desatar os sete selos ?
Quem é digno de desatar ?
Quem é digno de desatar os sete selos ?

O cordeiro que se entregou
Ele é digno de abrir o livro
E desatar os sete selos

Eu sou o Alfa, Eu sou o Omega
O primeiro, o derradeiro
Sou Aquele que vive
Sou Aquele que reina, reina
Eu sou digno de abrir o livro
Eu sou digno de desatar os sete selos
Estive morto como um cordeiro
Mas estou vivo como um leão

Tenho a chave do inferno e da morte
Tenho todo poder em minhas
Santo Deus, Santo Deus, Santo Deus
Eu sou o Cordeiro, Eu sou o leão
Na minha coxa está escrito: Rei dos reis !
Rei dos reis, Rei dos reis, Rei dos reis !

Composição: Daniel Mindu · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Henrique
1.709 exibições
Ver mais fotos

Comentários


Quem curte?
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais