Letras de músicas - Letras.mus.br

Quién

No te atrevas a decir te quiero
No te atrevas a decir que fue todo un sueño.
Una sola mirada te basta
Para matarme y mandar-me al infierno.

Quién abrirá la puerta hoy
Para ver salir el sol
Sin que lo apague el dolor
Que me dejó aquella obsesión.

De tu corazón con mi corazón
De mis manos temblorosas arañando el colchón.
Quién va a quererme soportar
Y entender mi mal humor,
Si te digo la verdad,
No quiero verme solo.

Me conformo con no verte nunca
Me conformo si ya no haces parte de mi vida.
Te ha bastado una noche con otro
Para echarme la arena en los ojos...

Quién abrirá la puerta hoy
Para ver salir el sol
Sin que lo apague el dolor
Que me dejó aquella obsesión.

De tu corazón con mi corazón
De mis manos temblorosas arañando el colchón.
Quién va a quererme soportar
Y entender mi mal humor,
Si te digo la verdad,
No quiero verme solo.

Quién abrirá la puerta hoy
Para ver salir el sol
Sin que lo apague el dolor
Que me dejó aquella obsesión.

De tu corazón con mi corazón
De mis manos temblorosas arañando el colchón.
Quién va a quererme soportar
Y entender mi mal humor,
Si te digo la verdad,
No quiero verme solo.

Quem

Não se atreva a dizer te amo
Não se atreva a dizer que tudo foi um sonho
Só um olhar te basta
Para me matar e me mandar pro inferno

Quem abrira a porta hoje
Para ver sair o sol
Sem que o acabe essa dor
Que me deixou aquela obsessão

Do seu coração com meu coração
De minhas mãos tremulas aranhando o colchão
Quem vai querer me suportar
E entender meu mal humor
Se te digo a verdade
Não quero me ver só

Me conformo co não te ver nunca
Me conformo se já no faz parte de minha vida
Te bastou uma noite com outro
Para me jogar areia nos olhos

Que abrirá a porta hoje
Para ver sair o sol
Sem que acabe essa dor
Que me deixou aquela obsessão

Do seu coração com meu coração
De minhas mãos tremulas aranhando o colchão
Quem vai querer me suportar
E entender meu mal humor
Se te digo a verdade
Não quero me ver só

Que abrirá a porta hoje
Para ver sair o sol
Sem que acabe essa dor
Que me deixou aquela obsessão

Do seu coração com meu coração
De minhas mãos tremulas aranhando o colchão
Quem vai querer me suportar
E entender meu mal humor
Se te digo a verdade
Não quero me ver só

Composição: Pablo Alborán · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Manoel
Traduzida por EMANUELLE
Legendado por Pablo Henrique
34.982 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais