Letras de músicas - Letras.mus.br

As vezes eu me sinto fraco meio que perdido
a solidão toma conta no meu peito vazio
tento entender as pessoas mas nem mesmo me entendo
as vezes tenho coragem as vezes tenho medo
as vezes sou agressivo ao mesmo tempo calmo
já machuquei as pessoas também já fui machucado
já fui a vitima um dia também já fui o réu
já fui malvado e bondoso o meu limite era o céu
já assumi os meus erros em muitas ocasiões
já bati apanhei já ajudei um irmão
na condução chamada terra eu sou passageiro
Deus é o motorista deste mundo inteiro (2x)


O que sou não sei o que sei é pouco
sou morador de um planeta onde só existem loucos
cada um com suas loucuras cada um com suas fissuras
tem o louco doente, tem o louco que cura
tem o louco que nem eu que tenta entender a vida
tem o louco matador tem o louco suicida
sou louco mas pouco vingativo talvez
seis loucos não pensão a mesma coisa de uma vez
o mais loucos de todos conseguiu voar
cade o louco que inventou a bomba nuclear
devagar posso chegar em algum lugar
se correr posso cansar e nunca chegar la
todos sonham com o futuro mas teme a velhice
querem enganar o tempo eu sei que é tolice
todo dia é o mesmo dia só muda a data
a realidade dói como o corte de uma faca
tapar o sol com a peneira é atitude de covarde
você fecha os olhos quando abre é tarde
quero entender o ser humano é meio complicado
to indo pro futuro eu vim do passado
passei pelo presente foi coisa de segundos
é meio complicado querer entender o mundo
ele me chama de ateu é mais atoa do que eu
ele não vai com a minha cara ainda nem me conheceu

As vezes eu me sinto fraco meio que perdido
a solidão toma conta no meu peito vazio
tento entender as pessoas mas nem mesmo me entendo
as vezes tenho coragem as vezes tenho medo
as vezes sou agressivo ao mesmo tempo calmo
já machuquei as pessoas também já fui machucado
já fui a vitima um dia também já fui o réu
já fui malvado e bondoso o meu limite era o céu
já assumi os meus erros em muitas ocasiões
já bati apanhei já ajudei um irmão
na condução chamada terra eu sou passageiro
Deus é o motorista deste mundo inteiro

Na loucura da droga perdi os sonhos da vida
na noite dos loucos perdi minha família
estou dormindo no chão comendo igual um porco
por causa desta vida deste mundo louco
um certo dia um homem disse vou te curar
disse que o álcool e as drogas eu ia largar
meu deu um livro cabuloso com letras douradas
mas a loucura não me deixava enxergar nada
eu comecei a gritar, louco, muito louco
as pessoas diziam com medo, la vai o louco
tem doença que sara tem doença que cura
mas quem vai curar a minha loucura
estou tremendo com medo meus olhos choram
será que esta loucura nunca vai embora
queria ter futuro uma vida de glória
mas a loucura levou a minha infância e minha história

As vezes eu me sinto fraco meio que perdido
a solidão toma conta no meu peito vazio
tento entender as pessoas mas nem mesmo me entendo
as vezes tenho coragem as vezes tenho medo
as vezes sou agressivo ao mesmo tempo calmo
já machuquei as pessoas também já fui machucado
já fui a vitima um dia também já fui o réu
já fui malvado e bondoso o meu limite era o céu
já assumi os meus erros em muitas ocasiões
já bati apanhei já ajudei um irmão
na condução chamada terra eu sou passageiro
Deus é o motorista deste mundo inteiro

Sou louco mais pouco, pouco pensa o louco
mas pensar em quem, se todo pensa é torto
é torto pensamento que o louco tem
inofensivo é o louco que não faz mau a ninguém
numa camisa de força o louco foi preso
será que é o louco é quem prendeu ou louco é quem ta preso
dizem que o louco pensa, mas pensar em quem
se o pensamento do louco é vazio também
mas quem será o louco?
o louco o psiquiatra que interroga o louco
que não pensa o que fala, que não pensa o que fala

As vezes eu me sinto fraco meio que perdido
a solidão toma conta no meu peito vazio
tento entender as pessoas mas nem mesmo me entendo
as vezes tenho coragem as vezes tenho medo
as vezes sou agressivo ao mesmo tempo calmo
já machuquei as pessoas também já fui machucado
já fui a vitima um dia também já fui o réu
já fui malvado e bondoso o meu limite era o céu
já assumi os meus erros em muitas ocasiões
já bati apanhei já ajudei um irmão
na condução chamada terra eu sou passageiro
Deus é o motorista deste mundo inteiro

20.874 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais