Fantasmas do Sorriso

Paulinho Pedra Azul

exibições 1.123

Uma vez, andando pelas ruas da cidade,
reparei que nelas também nascem flores
como veias que se perdem nas avenidas,
tão cruéis somos nós nesta cidade
que vivemos sem amor e com maldade,
nem um rio manda água pro meu coração,
quanta ilusão! Somos nós os fantasmas do sorriso
que fazemos deste inferno um paraíso!

Uma vez, andando pelas ruas da cidade,
reparei que nelas também nascem flores
como veias que se perdem nas avenidas,
tão cruéis somos nós nesta cidade
que vivemos sem amor e com maldade,
nem um rio manda água pro meu coração,
quanta ilusão! Somos nós os fantasmas do sorriso
que fazemos deste inferno um paraíso!
Que fazemos deste inferno um paraíso!

Terra Música feedback