exibições 402

O meu galo colorado é dono desse terreiro
Galo piquirí e pateta que canta em outro poleiro
Onde canta o colorado
Os outros ficam calado porque respeitam o guerreiro

Galo índio, puro sangue peito largo resistente
Seu bico parece aço derrota qualquer valente
Sua asa é um chibata
Sua espora fere e mata tem veneno igual serpente
O meu galo quando briga sua batida é forte
Quem apostar nela ganha é campeão de sul a norte
É bonito e respeitado
Par quebrar o colorado precisa ter muita sorte.

Já ganhei muitas medalhas, troféu eu tenho bastante
Uma moça de londrina quis comprar o meu gigante
Eu dei de presente à ela
E casarei com a donzela grã-fina e muito elegante
Ela tem muito dinheiro, compra e vende muito gado
Sua riqueza foi pouco pra comprar meu colorado
Meu galo é rei da rinha
E eu sou rei da rainha, pois com ela estou casado

Terra Música
feedback