Sacred & Wild

In the dark of the night we are demons in silence
In the light of the moon we are the storm of the damned
In the heat of the wild we are the bloodred horizon
Stand anywhere we land

In the call of the wild we are the thunder and lightning
In the roar of the fight we are the sword in your rear
In the heart of the night we are the call of the sirens
Near anytime you fear, anytime you fear

We are the dark of the night
We are the sermon of fight
We bring the nightside sacred and wild

We are the demons of light
The holy word you can't fight
We bring the nightside sacred and wild

Fight, fight, sacred and wild

In the light of the morning we are preachers and tyrants
By the break of the dawn we are the dark of the land
By the first of the sunlight we are strong as the Bible
Stand anywhere we land

When the dark of the night has come we stand up as wild men
When the land of the living dies we rise from the dead
When the last of the sun has gone we leave or exile
We head sanctify the dead, sanctify the dead

We are the dark of the night
We are the sermon of fight
We bring the nightside sacred and wild

We are the demons of light
The holy word you can't fight
We bring the nightside sacred and wild

Fight, fight, sacred and wild
Fight, fight, sacred and wild

Sunctus Iesus
Sacred and wild
Dius Pater
Sacred and wild

We are the dark of the night
We are the sermon of fight
We bring the nightside sacred and wild

We are the demons of light
The holy word you can't fight
We bring the nightside sacred and wild

Fight, fight, sacred and wild

Sagrado e Selvagem

Na escuridão da noite nós somos demônios em silêncio
À luz da lua estamos nós somos a tempestade dos condenados
No calor da vida selvagem nós somos o horizonte vermelho-sangue
Fique em qualquer lugar que pousar

Na chamada selvagem nós somos trovão e relâmpago
No rugido da luta nós somos a espada em sua retaguarda
No coração da noite nós somos o chamado das sirenes
Perto sempre que você teme

Nós somos o escuro da noite
Nós somos o sermão de luta
Nós trazemos o lado escuro, sagrado e selvagem

Nós somos os demônios da luz
A palavra sagrada que você não pode lutar
Nós trazemos o lado noturno, sagrado e selvagem

Lute, lute, sagrado e selvagem

Na luz da manhã, nós somos os pregadores e tiranos
Ao romper da aurora, nós somos a escuridão da terra
Na primeira parte da luz solar, nós somos fortes como a Bíblia
Fique em qualquer lugar, que nós pousaremos

Quando a escuridão da noite veio, nós nos levantamos como homens selvagens
Quando a terra dos vivos morre, nós surgimos dos mortos
Quando o último do Sóis se foi, nós saímos ou nos exilamos.
Nós rumamos santificar os mortos, santificar os mortos

Nós somos o escuro da noite
Nós somos o sermão de luta
Nós trazemos o lado escuro, sagrado e selvagem

Nós somos os demônios da luz
A palavra sagrada que você não pode lutar
Nós trazemos o lado noturno, sagrado e selvagem

Lute, lute, sagrado e selvagem
Lute, lute, sagrado e selvagem

Sunctus lesus
Sagrado e selvagem
Dius Pater
Sagrado e selvagem

Nós somos o escuro da noite
Nós somos o sermão de luta
Nós trazemos o lado escuro, sagrado e selvagem

Nós somos os demônios da luz
A palavra sagrada que você não pode lutar
Nós trazemos o lado noturno, sagrado e selvagem

Lute, lute, sagrado e selvagem

Composição: Sabe quem é o compositor? Envie pra gente.
Enviada por Eduardo
Traduzida por Felipe
354 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais