Ashes In The Fall

A mass of hands press on the market window
Ghosts of progress
Dressed in slow death
Feeding on hunger
And glaring thriugh the promise
Upon the food that rots slowly in the aisle
A mass of nameless at the oasis
That hides the graves beneath the master's hill
Are buried for drinking
The river's water
While shackled to the line
At the empty well

This is the new sound
Just like the old sound
Just like the noose wound
Over the new ground

Listen to the fascist sing
"Take hope here
War is elsewhere
You were chosen
This is God's land
Soon we'll be free
Of blot and mixture
Seeds planted by our
Forefather's hand"

A mass of promises
Being to rupture
Like the pockets
Of the new world kings
Like swollen stomachs
In Appalachia
Like the priests that fuck you
As they whisper holy things
A mass of tears have transformed to stones now
Sharpened on suffering
And woven into slings
Hope lies in the rubble of this rich fortress
Taking today what tomorrow never brings

This is the new sound
Just like the old sound
Just like the noose wound
Over the new ground

Ain't the new sound
Just like the old sound?
Look at the noose now
Over the, over the, over the burning ground

Ain't it funny how the factory doors close
Round the time that the school doors close
Round the time that the doors of the jail cells
Open up to greet you like the reaper

Ain't it funny how the factory doors close
Round the time that the school doors close
Round the time that a hundred thousand jail cells
Open up to greet you like the reaper

This is the new sound
Just like the old sound
Just like the noose wound
Over the new ground

Like ashes in the fall

Cinzas No Desfiladeiro

Milhares de mãos pressionam contra a janela de um mercado
Fantasmas do progresso
Caracterizando uma morte penosa
Se alimentando da própria fome
E encarando através de promessas
As comidas que aos poucos apodrecem em prateleiras
Milhares de indigentes num oásis
Que esconde os túmulos embaixo do morro do senhor feudal
Foram enterrados por terem bebido
A água do rio
Enquanto estavam amarrados
Em um poço vazio

Essa é o novo som
Do mesmo jeito que era o velho som
Do mesmo jeito das forcas frouxas
Espalhadas por todo o novo mundo

Escutem oque a canção fascista:
"Peguem esperança aqui
Há guerra em todos os lugares
Vocês foram escolhidos
Essa terra é a de Deus
Logos todos nós estaremos livres
De toda essa impureza;
Sementes plantadas pelas
Mãos de nossos colonizadores"

Milhares de promessas
Começam a ruir
Assim como os bolsos
Dos reis do novo mundo
Como estômagos vazios
Na cidade de Appalachia
Foram os padres que f*deram vocês
Enquanto sussurravam coisas sagradas
Milhares de lágrimas foram transformadas em lanças
Afiadas pelo sofrimento
E bordadas virando suspensórios
Esperanças mortas nos escombros das fortalezas dos ricos
Levando hoje oque o amanhã não trará

Essa é o novo som
Do mesmo jeito que era o velho som
Do mesmo jeito das forcas frouxas
Espalhadas por todo o novo mundo

Esse é o novo Som
Do mesmo jeito que era o velho som
Agora olhe para as forcas
Espalhadas por todo o mundo em chamas

Não é engraçado a forma que portões de fábricas fecham
Enquanto os portões de escolas fecham
Enquanto os portões de cadeias se abrem
Para lhe cumprimentar, como o Anjo da Morte

Não é engraçado a forma que portões de fábricas fecham
Enquanto os portões de escolas fecham
Enquanto os portões de cadeias se abrem
Para lhe cumprimentar, como o Anjo da Morte

Essa é o novo som
Do mesmo jeito que era o velho som
Do mesmo jeito das forcas frouxas
Espalhadas por todo o novo mundo

Como cinzas no desfiladeiro

Composição: Brad Wilk / Tim Commerford / Tom Morello / Zack de la Rocha · Esse não é o compositor? Nos avise.
Traduzida por Magda
24.086 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais