Margherita

Riccardo Cocciante

exibições 5.786

Margherita

Io non posso stare fermo
con le mani nelle mani,
tante cose devo fare
prima che venga domani...
E se lei già sta dormendo
io non posso riposare,
farò in modo che al risveglio
non mi possa più scordare.

Perché questa lunga notte
non sia nera più del nero,
fatti grande, dolce Luna,
e riempi il cielo intero...
E perché quel suo sorriso
possa ritornare ancora,
splendi Sole domattina
come non hai fatto ancora...

E per poi farle cantare
le canzoni che ha imparato,
io le costruirò un silenzio
che nessuno ha mai sentito...
Sveglierò tutti gli amanti
parlerò per ore ed ore,
abbracciamoci più forte
perché lei vuole l'amore.

Poi corriamo per le strade
e mettiamoci a ballare,
perché lei vuole la gioia,
perché lei odia il rancore,
poi con secchi di vernice
coloriamo tutti i muri,
case, vicoli e palazzi,
perché lei ama i colori,
raccogliamo tutti i fiori,
che può darci Primavera,
costruiamole una culla,
per amarci quando è sera.

Poi saliamo su nel cielo
e prendiamole una stella,
perché Margherita è buona,
perché Margherita è bella,
perché Margherita è dolce,
perché Margherita è vera,
perché Margherita ama,
e lo fa una notte intera.

Perché Margherita è un sogno,
perché Margherita è sale,
perché Margherita è il vento,
e non sa che può far male,
perché Margherita è tutto,
ed è lei la mia pazzia.
Margherita, Margherita,
Margherita adesso è mia,

Margherita è mia...

Margherita

Eu não posso ficar parado
com as mãos nas mãos,
tantas coisas devo fazer
antes que chegue amanha.
E se ela está já dormindo
eu não posso descansar,
farei com que ao acordar
não possa mais me esquecer.

Para que esta longa noite
não seja mais preta do preto,
torna-te grande, doce lua,
e enche o céu inteiro.
E para que aquele seu sorriso
possa voltar ainda,
resplende sol amanhã de manhã
como não fizeste ainda.

E para depois fazer ela cantar
as canções que aprendeu,
eu lhe construirei um silencio
que ninguém jamais ouviu.
Acordarei todos os amantes,
falarei por horas e horas,
abraçamos-nos mais forte
porque ela quer o amor.

Depois corramos pelas ruas
e comecemos a bailar,
porque ela quer a felicidade,
porque ela odeia o rancor.
Depois com baldes de tinta
vamos colorir todos os muros,
casas, vielas e palácios,
porque ela ama as cores.
Colhamos todas as flores,
que pode nos dar Primavera,
construímos-lhe um berço,
para nos amarmos quando é noite.

Depois subamos ao céu
e peguemos-lhe uma estrela,
porque Margherita é boa,
porque Margherita é bela.
Porque Margherita é doce,
porque Margherita é verdadeira,
porque Margherita ama,
e o faz uma noite inteira.

Porque Margherita é um sonho,
porque Margherita é o sal,
porque Margherita é o vento,
e não sabe que pode machucar.
Porque Margherita è tudo,
e é ela a minha loucura.
Margherita, Margherita,
Margherita agora é minha.

Margherita é minha..

Composição: Marco Luberti / Riccardo Cocciante · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Lolita, Traduzida por France-Bru
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.
Terra Música
feedback