Chico Mineiro

Rolando Boldrin

exibições 2.131

Fizemos a última viagem
Foi lá pro sertão de goiás.
Foi eu e o chico mineiro
Também foi um capataz.

Viajemo muitos dia
Pra chegar em ouro fino
Aonde nós passemo a noite
Numa festa do divino.

Viajemo muitos dia
Pra chegar em ouro fino
Aonde nós passemo a noite
Numa festa do divino.

A festa estava tão boa
Mas antes não tivesse ido
O chico foi baleado
Por um homem desconhecido.

Larguei de comprar boiada.
Mataram meu companheiro.
Acabou-se o som da viola,
Acabou-se o chico mineiro.

Larguei de comprar boiada.
Mataram meu companheiro.
Acabou-se o som da viola,
Acabou-se o chico mineiro.

Depois daquela tragédia
Fiquei mais aborrecido.
Não sabia da nossa amizade
Porque nós dois era unido.

Quando eu vi seus documentos
Me cortou o coração,
Vim saber que chico mineiro
Era meu legítimo irmão.

A amizade sincera é um santo remédio gente,
É um abrigo seguro, é natural da amizade o abraço,
O aperto de mão, o sorriso.
Amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito,
Assim falava a canção.
Amigo pra mim é a pessoal com quem a gente gosta de prosear.
Assim ô do igual pro igual e desarmado, amigo é que a gente seja,
Sem saber porque é que é.

Larguei de comprar boiada.
Mataram meu companheiro.
Acabou-se o som da viola,
Acabou-se o chico mineiro.

Terra Música
feedback