Just Show Me How to Love You

Sarah Brightman

exibições 6.620

Just Show Me How to Love You

[Sarah Brightman]
Tu cosa fai stasera?
Rimani ancora un pò
sarà quest' atmosfera
ma non mi dire di no

Per farti prigioniero
qualcosa inventerò
ma che bisogno c'era
di amarti subito un pó

[José Cura]
Questo giorno è una pazzia
ma la luna è amica mia
se ti resta un sogno da buttare via
soli in mezzo a una città
Solo amici e poi chissà

Poi non basta mai
tante cose da dirsi
e baciarsi e capirsi e stringersi
poi non basta mai
si fa tardi ma dai
dove corri a quest'ora?

[Both]
Just show me how to love you
Io non ti lascio più
gabbiano di scogliera
io sto una favola e tu?
Just show me how to love you

[Sarah Brightman]
Fame o febbre o quel che sia
mi ci sento a casa mia
dentro questo sogno da buttare via
non mi sembra vero ma
sembra un'altra la città

[José Cura]
E non basta mai
tante cose da dirsi
e baciarsi e capirsi e stringersi
e non basta mai
é già tardi ma dai
dove torni a quest'ora?

[Both]
Just show me how to love you
E ci ridiamo su
gabbiano di scogliera
ma dov'êri nascosto'
dov'êri finora?

[Sarah Brightman]
Tu cosa fai stasera?
ci ridiamo su
magari un'altra sera
ed è già domattina
e la luna la spegni tu!

Just Show Me How to Love You (Tradução)

[Sarah]
O que está fazendo esta noite?
Fique mais um pouquinho
Será que é esta atmosfera?
Mas não me diga "não"...

Inventarei alguma coisa
que te faça prisioneiro,
mas o que eu preciso mesmo
é amar-te de súbito.

[José]
Hoje é um dia louco,
mas a Lua é minha amiga
se ainda tem um sonho para desperdiçar.
Nós, sozinhos no centro da cidade,
somente amigos, mas depois, quem sabe?

Mas nunca é o bastante,
tantas coisas para contar um ao outro,
e nos beijarmos, entender um ao outro
e nos abraçarmos...
Mas nunca é o bastante,
e já é tarde, mas e daí?
Para onde você tem pressa de ir
a essa hora?

[Os dois]
Apenas mostre-me como te amar.
Eu nunca te deixarei novamente.
Eu, uma gaivota nos recifes,
serei como uma fábula, e tu?
Apenas mostre-me como te amar.

[Sarah]
Fome, ou febre, ou o que quer que seja
Ouço-te em minha casa,
dentro desse sonho para desperdiçar...
não me parece uma má idéia,
me parece outra cidade...

[José]
Mas nunca é o bastante,
tantas coisas para contar um ao outro,
e nos beijarmos, entender um ao outro,
e nos abraçarmos...
Mas nunca é o bastante,
e já é tarde, mas é daí?
Para onde você vai a essa hora?

[Os dois]
Apenas mostre-me como te amar,
e nós riremos disso
como uma gaivota nos recifes...
mas onde estavas encondido,
onde estavas até agora?

Sarah:
O que está fazendo esta noite?
Nós talvez riremos disso
numa outra noite...
Já é de manhã,
tu mandastes a Lua embora

Composição: A. Cassella / Bembo / Dario Baldan Bembo / F. Peterson / Frank Peterson / Laisa · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por jonatasongs, Traduzida por jonatasongs
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.
Terra Música feedback