Ciega, Sordomuda

Shakira

exibições 168.328

Ciega, Sordomuda

Se me acaba el argumento y la metodología
Cada vez que se aparece frente a mí tu anatomía
Por que este amor ya no entiende
De consejos, ni razones
Se alimenta de pretextos y le faltan pantalones

Este amor no me permite
Estar en pie
Porque ya hasta me ha quebrado
Los talones
Aunque me levante volveré a caer
Si te acercas nada es útil para esta inútil

Bruta, ciega, sordo, muda
Torpe, traste, testaruda
Es todo lo que he sido, por ti me he convertido
En una cosa que no hace otra cosa más que amarte
Pienso en ti día y noche y no sé como olvidarte

Cuántas veces he intentado enterrarte en mi memória
Y aunque diga ya no más es otra vez la misma história
Por que este amor siempre sabe hacerme respirar profundo
Ya me trale por la izquierda y de pelea con el mundo

Si pudiera exorcizarme de tu voz
Si pudiera escaparme de tu nombre
Si pudiera arrancarme el corazón
Y esconderme para no sentirme nuevamente

Bruta, ciega, sordo, muda
Torpe, traste, testaruda
Es todo lo que he sido, por ti me he convertido
En una cosa que no hace otra cosa más que amarte
Pienso en ti día y noche y no sé como olvidarte

Ojerosa, fraca, fea, desgreñada
Torpe, tonta, lenta, nécia, desquiciada
Completamente descontrolada
Tú te das cuenta y no me dices nada
Ves se me ha vuelto la cabeza un nido
Dónde solamente tu tienes asilo
Y no me escuchas lo que te digo
Mira bien lo que vas a hacer conmigo

Bruta, ciega, sordo, muda
Torpe, traste, testaruda
Es todo lo que he sido, por ti me he convertido
En una cosa que no hace otra cosa más que amarte
Pienso en ti día y noche y no sé como olvidarte

Cega, Surda e Muda

Se me acaba o argumento e a metodologia
Cada vez que aparece na minha frente a sua anatomia
Porque este amor já não entende
Conselhos e razões
Se alimenta de pretextos e lhe faltam o entendimento

Este amor não me permite
Ficar em pé
Porque até já me quebrou
Os calcanhares
Ainda que eu me levante voltarei a cair
Se você se aproxima nada é útil para esta inútil

Bruta, cega, surda, muda
Desajeitada, irritada, teimosa
É tudo o que tenho sido, por você eu me converti
Em uma coisa que não faz outra coisa além de amar você
Penso em você dia e noite e não sei como te esquecer

Quantas vezes tentei enterrar você em minha memória
E mesmo que eu diga que não é outra vez a mesma história
Porque este amor sempre sabe me fazer respirar profundo
Me traindo pela esquerda e brigando com o mundo

Se eu pudesse me exorcizar da sua voz
Se eu pudesse escapar do seu nome
Se eu pudesse arrancar meu coração
E esconder-me pra não me sentir novamente

Bruta, cega, surda, muda
Desajeitada, irritada, teimosa
É tudo o que tenho sido, por você eu me converti
Em uma coisa que não faz outra coisa além de amar você
Penso em você dia e noite e não sei como te esquecer

Horrorosa, fraca, feia, desarrumada
Desajeitada, tonta, lenta, insensata, demente
Completamente descontrolada
Você percebe e não me diz nada
Veja se fiz um ninho em volta da minha cabeça
Onde somente você tem lugar
E não escuta o que eu te digo
Olha bem o que vai fazer comigo

Bruta, cega, surda, muda
Desajeitada, irritada, teimosa
É tudo o que tenho sido, por você eu me converti
Em uma coisa que não faz outra coisa além de amar você
Penso em você dia e noite e não sei como te esquecer

Terra Música
feedback