Letras de músicas - Letras.mus.br

Malditos Políticos

Shawlin

Éeeahh Demorou, 2010, 2011, A Verdade é feia, “Shawlin Nojento”
Akira que me perdoe, mas foi shawlin na presidência! nós ganhamos! é tudo meu...quer dizer...é tudo nosso!!....tamu junto hein?!

Verso 1
Eu piso nessa bosta como se eu fosse o maldito PATRÃO
Finalmente alguém do povo, alguém com estilo... LADRÃO!
O que me separa do chão é o mesmo que me pôs no topo
E o mesmo que por água e pão foi e votou em mim de novo
Dá pra ver que não são bobos, só num se olham no espelho
Pois temem a visão do Lobo nesse chapeuzinho vermelho
Eu tenho um coração na esquerda, e ele é a cara da Microsoft
Afinal quem num quer uma teta de um estado obeso e forte
É nós que tá no embole ou dá ou desce, tu escolhe!
Pros jornais calarem a boca, a censura que eu faço PODE!
É permuta por propaganda minha bermuda num poupa grana
Tenho muito lá nas Bahamas, dá um troco que o povo não encana
Eu implorava, DEUS que eu ganhe, fique rico é a minha vez
Pra estourar logo um champanhe igual quem eu sempre critico fez
Louva-se a pátria, finalmente o quadro muda
Eu governo da dinamarca os nossos cidadãos de Cuba
eu ganhei o Pimp do ano por ter 100 milhões de putas
doei os meus cordões só num paguei minhas prostitutas
então eu chamo meu cumpadre, minha gente, minha voz
se oferecerem um bem me pague, já sabe que, é nóix!

REFRÃO:
Mensalão – Tamo junto!
União – Ganha muito!
Democracia – Num é comigo!
Hugo Chavez – Nosso amigo!
As Farc – Aquele abraço!
A FAB – Dá um bonde!
Valério – Valeu o contato!
Ivo Morales, Tu desce aonde?

Verso 2
Eu só flutuo e brilho junto as massas, observe minha elegância
Sei que te fiz promessas vastas, quem não? Num tem relevância!
Se eu ainda encho-lhe a pança...
e ponha sua fé no meu chapa, que eu te dou cesta e cachaça
garanto sua ignorância
Em troca tu me dá teu voto, e brilha através de mim
Vai falar que um dia já comeu um caviar tão bom assim?!
Nem vai!
Custa caro irmão! por isso te propomos
Já que eu te represento então, deixa comigo que eu como
E agora que eu to na bala, rapá! ninguém mais me para
O Polvo me têm como ídolo, a Polva me tem como tara
Num sei se é porque sou bonito, ou se é porque eu to com a minha máfia
Se é porque engordei meu partido ou porque dei oi na farmácia
Botei um irmão de ministro no reino que eu administro
Agradecido me deu uma fazenda, que num pode constar nos registros
Ia botar o matéria no fisco, mas não preenchia os critério
Ow Braço! não seja por isso, eu crio outro ministério!
pra mim nunca tem mistério,
verba é só grana do povo, igual ouro é só minério
o que eu roubo é grana dos outros, pergunta pro marcos valério!
e pro tanto que tem ainda é pouco,
é o sujo falando do Rôto e o rôto bombando o estéreo
bagulho aki é sério, “vamos juntos nessa onda”!!!!!
é bem mais fácil governar sem ter eu mesmo votando contra
tudo lindo, na moral!! tamu indo sem igual!
porque molhando as mãos certas qualquer merda tem aval.

REFRÃO:
Mensalão – Tamo junto!
União – Ganha muito!
Democracia – Num é comigo!
Hugo Chavez – Nosso amigo!
As Farc – Aquele abraço!
A FAB – Dá um bonde!
Valério – Valeu o contato!
Ivo Morales, Tu desce aonde?

Letra: Shaw
Prod: DJ Caíque

Composição: Shaw · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Caio
3.323 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais