Letras de músicas - Letras.mus.br

Contagem Regressiva

Shekinah Rap

Quem tem ouvidos ouça!

Dias vem, dias vão, na pegada da ilusão
Trutas vem, trutas vão, na cilada do mundão
O mesmo filme, a mesma cena, o mesmo diretor
A mesma história, mas sempre com um novo ator
O mesmo povo taxado de nômade,
Que morre vitima da copa ou da febre do mcdonald,
Sem ao menos ter a chance
De dizer pra rainha da inglaterra
O que eles tem vontade de comer.

E o tempo passa em quanto os manos
Se disfarça de guerreiros da verdade
Mas atrás de um copo de cachaça
Felicidade que se torna em desgraça
Pro playboy la na boate ou pro mendigo jogado na praça.
Parece irônico mais vi na televisão
Um anuncio que diz: Aprecie com moderação
E tipo assim, se mate bem divagar,
A vida é dura mais ai não se apresse em se matar!
Meu Deus!
Era verdade já tava tudo escrito
Um alerta do passado que até hoje ecoa como um grito.
Pra meretriz pra parte de ronda biz,
Pro servente de pedreiro e pros ricos que se julga feliz!

E o tempo passa em quanto o mundo é distraído
Com a capa da playboy com a atriz mostrando o umbigo,
No laudo da pericia deu que o povo
Foi morto intoxicado com a novela da seis, da sete e das oito
E sempre a mesma isca e o mesmo anzol,
Agora sei porque nada se faz novo debaixo do sol.
Pra cada dia um novo amanhecer,
Mas sempre a velha estratégia de fazer o homem perecer.
E o inimigo um velho conhecido
Deixa rastro a onde passa mais atua escondido.
No japão ou no brasil, com drogas ou com fuzil,
Pra lotar contas bancarias ou deixar seu cérebro vazio!

Arrependei-vos!

403 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais