Letras de músicas - Letras.mus.br

Heron Blue

Don't cry my love don't cry no more
A crashing sky a rolling screen
A city drowning Gods black tears
I cannot bear to see

She lay under the midnight moon
Her restless body stiring
Until the magic morning hour
Like poison it succumbs her

Her baby skin her old black dress
Her hair it twists round her necklace
Constricts and chokes like ruthless vines
To sleep she overtakes her?

Her room is painted Heron Blue
Lit by candlelight and chandelier
And from her headboard perched so high
A million dreams have passed her

Don't cry my love don't cry no more
It overwhelms my breaking heart
A minor swell of violins
I cannot bear to hear them

A mother shepherds her young birds
she fills their mouths and warms their souls
Til they are strong and good to fly
Away from her alone she'll die

Cradle on quiet old oak limbs
As heaven blue her light fails
A breath of soot into her lungs
A life, a journeys end in one

Don't sing that old sad hymn no more
It resonates inside my soul
It haunts me in my waking dream
I cannot bear to hear it

Don't play those violins no more
Their melancholic overtones
They echo off the floor and walls
I cannot bear to hear them

Heron Blue

Não chore, meu amor, não chore mais
Um céu que cai, uma tela que roda
Uma cidade que afoga as lágrimas negras de Deus
Eu não posso suportar ver

Ela deitou-se sob a lua da meia-noite
Seu corpo inquieto mexendo
Até a hora da manhã mágica
Como veneno a sucumbe

Sua pele do bebê, seu velho vestido preto
Seus cabelos fazem seu colar girar
Contrai e sufoca, como vinha implacável
Para dormir ela a domina?

Sua sala é pintada de azul
Iluminada por velas e candelabros
E de sua cabeceira situada tão alto
Um milhão de sonhos passaram por ela

Não chore, meu amor, não chore mais
Ela oprime o meu coração partido
A menor ondulação dos violinos
Eu não suporto ouvi-los

Uma mãe encaminha seus jovens pássaros
Ela lhes enche a boca e aquece as almas
Até que eles estejam fortes e bons para voar
Para longe dela, ela morrerá sozinha

Berço em velhos e tranquilos membros de carvalho
Assim como o céu azul, a sua luz falha
Um sopro de fuligem em seus pulmões
Uma vida, uma viagem com um fim

Não cante mais esse antigo hino triste
Ele ressoa dentro da minha alma
Assombra-me no meu sonho desperto
Eu não suporto ouvi-lo

Não toque mais esses violinos
Seus tons melancólicos
Eles ecoam do chão e das paredes
Eu não suporto ouvi-los

Composição: Mark Kozelek · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Stefano
Traduzida por Antonio
3.082 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais