Mulher Gaúcha

Tche Sarandeio

Mulher gaúcha, da pele cor de canela
Dos lábios meigos coloreados de pitanga
Cabelos longos, enponchados pela noite
E os olhos claros que nem vertente de sanga
És mãe, esposa, companheira farroupilha
Seja na paz ou no estrondo da garrucha
Canta o Rio Grande como os anjos cantam a lira
Prenda bonita, bendita mulher gaúcha.

Mulher gaúcha, sem vaidade
Quanta beleza na tua simplicidade
Se deus fez outra, mais bonita que tu
Talvez por ciúmes, não mostrou pra humanidade.

Tua beleza é o encanto da querência
Toda razão que te orgulhe em ser mulher
És o feitiço da mãe santa natureza
Pois és campeira qual flor do mal - me - quer
O teu sorriso é semeadura de versos
Floresce a alma de quem tem melancolia
És a magia mais sublime da canção
Mulher fraterna minha eterna poesia.

Composição: João Pantaleão G. Leite/Paulo Gatelli/Paulo Mignori · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Camila
12.493 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais