De Parede E Meia

Teodoro e Sampaio

exibições 20.289

É de parede e meia que a coisa pega
de parede e meia a gente não sossega
Se a mulher é boa a coisa fica feia
Quando agente mora é de parede e meia

É de parede e meia que a coisa pega
de parede e meia a gente não sossega
Se a mulher é boa a coisa fica feia
Quando a gente mora é de parede e meia

Ela vai pro banho
eu ouço o chuveiro
da água molhando o seu corpo inteiro
A felicidade mora do meu lado
eu aqui sozinho louco e apaixonado
A felicidade mora do meu lado
eu aqui sozinho louco e apaixonado

É de parede e meia que a coisa pega
de parede e meia a gente não sossega
Se a mulher é boa a coisa fica feia
Quando a gente mora é de parede e meia

É de parede e meia que a coisa pega
de parede e meia a gente não sossega
Se a mulher é boa a coisa fica feia
Quando a gente mora é de parede e meia

Ela se perfuma do lado de lá
Eu sinto o seu cheiro do lado de cá
Entre eu e ela tem uma parede
tão perto da minha e morrendo de sede
Entre eu e ela tem uma parede
tão perto da minha e morrendo de sede

É de parede e meia que a coisa pega
de parede e meia a gente não sossega
Se a mulher é boa a coisa fica feia
Quando a gente mora é de parede e meia

É de parede e meia que a coisa pega
de parede e meia a gente não sossega
Se a mulher é boa a coisa fica feia
Quando a gente mora é de parede e meia

Composição: Alcino Alves/Juliano/Teodoro · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por caavieira
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música
feedback