The Figurehead

The Cure

exibições 4.819

The Figurehead

Sharp and open, leave me alone
And sleeping less every night
As the days become heavier and weighted
Waiting in the cold light
A noise, a scream tears my clothes
As the figurines tighten with spiders inside them
And dust on the lips of a vision of hell
I laughed in the mirror for the first time in a year

A hundred other words blind me with your purity
Like an old painted doll in the throes of dance
I think about tomorrow, please let me sleep
As I slip down the window freshly squashed fly
You mean nothing, you mean nothing

I can lose myself in chinese art and american girls
All the time, lose me in the dark, please do it right
Run into the night, I will lose myself tomorrow
Crimson pain, my heart explodes
My memory in a fire and someone will listen
At least for a short while

I can never say no, I can never say no to anyone but you

Too many secrets, too many lies
Writhing with hatred
Too many secrets, please make it good tonight
But the same image haunts me
In sequence, in despair of time
I will never be clean again
I touched her eyes, pressed my stained face
I will never be clean again
Touch her eyes, press my stained face
I will never be clean again
I will never be clean again

A Figura da Cabeça

Cortante e aberto, deixe-me sozinho
E durma menos cada noite
Enquanto os dias se tornam mais pesados e ponderados
Esperando na luz fria
Um ruído, um grito rasga minhas roupas
Enquanto os manequins apertam com aranhas no seu interior
E pó nos lábios de uma visão do inferno
Eu ri no espelho pela primeira vez em um ano.

Uma centena de outras palavras cegas-me com a sua pureza
Como uma velha boneca pintada nas torturas da dança
Eu penso sobre o amanhã, por favor me deixe dormir
Enquanto eu escorrego pela janela, vôo recentemente sufocado
Você não significa nada, você quer dizer nada

Eu posso me perder na arte chinesa e meninas americanas
Todo o tempo, me perco no escuro, por favor, faça direito
Corra para dentro da noite, vou me perder no amanhã
Dor carmesim, meu coração explode
Minha memória em um incêndio e alguém vai escutar
Pelo menos por enquanto em um curto tempo

Eu nunca posso dizer não a ninguém, exceto à você

Tantos segredos, tantas mentiras
Torcendo com ódio
Tantos segredos, por favor me faça sentir bem esta noite...
Mas a mesma imagem me assombra
Em sequência, no desespero do tempo
Eu nunca mais vou ficar limpo
Eu toquei os olhos dela,pressionei meu rosto manchado
Eu nunca mais vou ficar limpo de novo
Toquei os olhos dela, pressionei meu rosto manchado
Eu nunca serei limpo novamente
Eu nunca serei limpo novamente

0 comentários
Terra Música feedback