Xverso

Tiziano Ferro

exibições 5.008

Xverso

Il mio sguardo sa difendersi
ma muore dalla voglia e
oramai Lo sai
Tutto il giorno e anche la notte
Il tuo pensiero è qua e mi fotte e
Oramai Lo sai
Ora su
Ora giù
30 gradi Fahrenheit il tuo profumo
scotta
parli tanto parlo troppo
e adesso trova il modo e fammi stare zitto
fammi stare zitto
Il fatto è che tu sai cosa cerco
Collo spalle mento
Sono un bastardo cronico
Stringimi forte
Il petto mi sorride xverso
E sgridami se ho torto e dopo
Uno a me uno a te
Uno a tutti e due
Su riposa un poco i tendini
Asciugati e riprenditi
Oramai lo sai
Il mio sguardo sa difendersi
Ma è capace anche ad arrendersi
Lo sai…lo sai
Ora su ora giù
Pancia, piedi, fianchi
Ali degli dei
I tuoi occhi
Ridi tanto rido troppo
Sgomitando con il labbro faccio spazio
E ora fammi spazio
Il fatto è che tu sai cosa cerco
Collo spalle mento
Sono un bastardo cronico
Stringimi forte
Il petto mi sorride xverso
E sgridami se ho torto e dopo
Uno a me uno a te
Uno a tutti e due
Cicatrice poi la luce
Brucia e ti si addice
Tutto ha un gioco tutto è vuoto
Tutti dentro al fuoco
Cicatrice…cicatrice
Poi la luce…poi la luce
Tutto ha un gioco…tutto ha un gioco
Tutti dentro al fuoco
Il fatto è che tu sai cosa cerco
Collo spalle mento
Sono un bastardo cronico
Stringimi forte
Il petto mi sorride xverso
E sgridami se ho torto e dopo
Uno a me uno a te
Uno a tutti e due
Cicatrice poi la luce
Brucia e ti si addice
Tutto ha un gioco tutto è vuoto
Tutti dentro al fuoco
Cicatrice poi la luce
Brucia e ti si addice
Tutto ha un gioco tutto è vuoto
Si, però all' inferno ci vai tu

Perverso

Meu olhar se defende
mas morre de vontade e
agora sabes
Todo o dia e também a noite
O seu pensamento é que me f*** e
agora sabes
Ora em cima
Ora embaixo
30 graus Fahrenheit o seu perfume
Quente
Você fala muito, eu falo demais
e agora encontra um modo de me deixar desligado
me deixar desligado
O fato é que sabes o que eu quero
Pescoço, queixo, ombros
Sou um bastardo permanente
Espreme-me forte o peito
me sorria perverso
Acabe comigo se estou errado e depois
Um pra mim, um pra você
Um pra todos dois
Em cima repousa um pouco de tendões
Seca e leva de volta
Agora sabes
Meu olhar se defende
Mas é capaz também de se render
E sabes, e sabes
Ora em cima, ora embaixo
Barriga, pés, quadris
Asas dos deuses
E seus olhos...
Você ri muito, eu rio bastante
Emprrando com os lábios abro espaço
E agora me dê espaço
O fato é que sabes o que eu quero
Pescoço, queixo, ombros
Sou um bastardo permanente
Espreme-me forte o peito
me sorria perverso
Acabe comigo se estou errado e depois
Um pra mim, um pra você
Um pra todos dois
Cicatriz depois a luz
Queime e então convém
Tudo um jogo, tudo vazio
Todos dentro do fogo
Cicatriz... cicatriz
depois a luz... depois a luz
Tudo um jogo... tudo um jogo
todos dentro do fogo
O fato é que sabes o que eu quero
Pescoço, queixo, ombros
Sou um bastardo permanente
Espreme-me forte o peito
me sorria perverso
Acabe comigo se estou errado e depois
Um pra mim, um pra você
Um pra todos dois
Cicatriz depois a luz
Queime e então convém
Tudo um jogo, tudo vazio
Todos dentro do fogo
Cicatriz depois a luz
Queime e então convém
Tudo um jogo, tudo vazio
Sim, mas pro inferno vai você

Terra Música
feedback