exibições 2.528

Blue

Minareta machi, minareta hito
Subete ga saikin marude tooi kuni no dekigoto

Mou ichi do kanjitai ne, kurayami no naka de
kibou ga orinasu Azayaka na ongaku

Donna ni tsurai toki tte sae
Utau no wa naze? (Saane)
Rennai nante shitaku nai
Hanarete ku no wa naze? (Darling, Darling, ah)

Zenzen nani mo kikoenai
Sabaku no yoake ga mabuta ni utsuru
Zenzen namida koborenai
BLUE ni natte mita dake

Onna no ko ni umareta kedo
Watashi no ichiban niau no wa ko no iro

Mou nani mo kanjinai ze Sonna toshigoro ne
Doukeshi no aware Mawari dasu shoumei

Konna ni samui yoru ni sae
Utau no wa dare? (Dare?)
Genkouyoushi 5,6 mai
BLUE no inku no shirabe

Mou ichi do shinjitai ne Uramikko nashi de
Osokarehayakare hikari wa todoku ze

Donna ni tsurai toki tte sae
Ikiru no wa naze? (Saane)
Eikou nante hoshiku nai
Futsuu ga ichiban dane

Darling, Darling, ah... Questions make me blue
Darling, Darling, ah... Tell me something good

Mou ichi do kanjisasete waza yori no HAATO de

Donna ni nagai yoru tte sae
Akeru hazu yo ne (Saane)
Mou nan nenn mae no hanashi dai?
Torawareta mama dane (Darling Darling ah)

Zenzen nani mo kikoenai
Kohakuiro no nami ni fune ga ukabu
Gensou nante idakanai
Kasunde mienai e

Anta ni nani ga wakarundai?
Kamau no wa naze? (Saane)
Mou renai nante shitaku nai
Hanarete ku no wa naze? (Darling Darling ah)

Zenzen nani mo kikoenai
Sabaku no yoake ga mabuta ni utsuru
Zenzen namida koborenai
BLUE ni natte mita dake

Azul

A cidade que eu costumavaconhecer, pessoas que costumava conhecer
De repente tudo se tornou coisas de um país distante

Gostaria de sentir mais uma vez, em meio à escuridão
A esperança que tece a música vívida

Até nesse momento doloroso
Por que é que eu canto? (Quem sabe...)
Não quero amar
Por que estamos distantes? (Querido, querido, ah)

Não ouço mais coisa alguma
O amanhecer do deserto se refletia em minhas pálpebras
Não consigo mais derramar lágrima alguma
Apenas acabei me tornando azul

Apesar de ter nascido uma garota
Essa é a cor que mais combina comigo

Não sinto mais nada, deve ser essa idade
A tristeza do palhaço, a iluminação que cercava

Até nessa noite fria
Quem é que está cantando? (Quem?)
5, 6 folhas de manuscrito
O tom de tinta azul

Quero acreditar uma vez mais, sem mágoas
Que cedo ou tarde a luz te alcançará

Até nesse momento doloroso
Por que é que eu vivo? (Quem sabe...)
Eu não quero a glória
O normal é melhor, não é?

Querido, querido, ah... Perguntas me deixam azul
Querido, querido, ah... Diga-me algo de bom

Faça-me sentir uma vez mais, de dentro do meu coração

Até nessa noite longa
O amanhecer virá, não é? (Quem sabe...)
Há quantos anos conversamos sobre isso?
Você ainda se prende a isso, não é? (Querido, querido, ah)

Não ouço mais coisa alguma
A onda negra faz o bote flutuar
Não consigo abraçar essa ilusão
A névoa está forte, não consigo ver

O que é que você entende?
Por que é que eu me importo? (Quem sabe...)
Não quero mais amar
Por que estamos distantes? (Querido, querido, ah)

Não ouço mais coisa alguma
O amanhecer do deserto se refletia em minhas pálpebras
Não consigo mais derramar lágrima alguma
Apenas acabei me tornando azul

0 comentários
Terra Música feedback