Meltdown

VOCALOID

exibições 12.802

Meltdown

machi-akari hanayaka
Ether masui no tsumetasa
nenure nai gozen niji
subete ga kyuusoku ni kawaru
Oil gire no Writer
yaketsuku youna ino naka
subete ga sou uso nara
honto ni yokatta noni ne
kimi no kubi wo shimeru yume wo mita
hikari no afureru hiru sagari
kimi no hosoi nodo ga haneru nowo
nakidashi souna mede miteita

kaku-yuugou-ro nisa
tobi-konde mitai to omou
massao na hikari tsutsumarete kirei
kaku-yuugou-ro nisa
tobi-konde mitara sositara
subete ga yurusareru youna kiga site

Veranda no mukou gawa
kaidan wo nobotte yuku oto
kageri dasita sora ga
mado Glass ni heya ni ochiru
kakusan suru yugure
naki harasita youna hi no aka
tokeru youni sukoshi zutsu
sukoshi zutsu shinde yuku sekai
kimi no kubi wo shimeru yume wo mita
haru-kaze ni yureru Curtain
kawaite kireta kuchibiru kara
koboreru kotoba wa awa no you
kaku-yuugou-ro nisa
tobi-konde mitai to omou
masshiro ni kioku toka-sarete kieru
kaku-yuugou-ro nisa
tobi-konde mitara mata mukashi mitai ni
nemureru youna sonna kiga site

tokei no byoushin ya
Televi no shikai-sha ya
soko ni irukedo mienai dareka no
warai-goe houwa site hankyou suru
Allegro·Agitate
miminari ga kienai yamanai
Allegro·Agitate
miminari ga kienai yamanai

daremo minna kieteku yume wo mita
mayonaka no heyano hirosa to seijaku ga
mune ni tsukkaete
jouzu ni iki ga dekinaku naru

kaku-yuugou-ro nisa
tobi-konde mitara sositara
kitto nemuru youni kiete ikerunda
boku no inai asa wa
ima yori zutto suba-rashikute
subete no haguruma ga kami-atta
kitto sonna sekai da

Ah...

Derreter

As luzes da cidade brilham
com um frio como anestésico de éter
Incapaz de dormir as 2 da manhã
Tudo muda rapidamente.
O óleo já está se acabando no isqueiro
Meu estômago queima por dentro nervosamente
Se todas as cenas fossem feitas por mentiras
me sentiria realmente feliz e aliviada
Tive um sonho em que torcia seu pescoço
sob as luzes do entardecer
Meu olhar salta ao seu pequeno pescoço
mas os meus olhos vão começar a chorar.

Ei, leve-me ao reator nuclear,
Quero mergulhar nele
Em meio a um raio de luz azul, seria lindo.
Ei, leve-me ao reator nuclear,
Se eu pudesse mergulhar nele,
todos meus pecados cometidos seriam perdoados.

Ouço o som de alguém subindo as escadas
Pelo terraço do outro lado.
O céu começa a escurecer.
Cai na janela e no quarto
O crepúsculo se espalha pelo horizonte
O sol está como um olho inchado depois de chorar
Como se derretesse vagarosamente
num mundo que morre lentamente.
Tive um sonho em que torcia seu pescoço
As cortinas dançam com uma brisa de primavera
Todas as palavras que eu disse com feridas secas, lábios sem cor
Se derramam como uma bolha.
Ei, leve-me ao reator nuclear
Quero mergulhar nele
Todas as memórias desapareciam com a luz azul
Ei, leve-me ao reator nuclear
Se pudesse mergulhar nele, seria como nos velhos tempos
Poderia voltar a dormir

Segunda mão no relógio de parede
E um apresentador de programa de TV
Alguém está lá, mas é invisível
Algumas vozes estão saturadas, as vozes ecoam em meu cérebro
Allegro, agitar
O som dos meus ouvidos não vai embora
Allegro, agitar
O som dos meus ouvidos não vai embora

Tive um sonho em que todos desapareciam
À meia-noite meu quarto fica maior
e silenciosamente, pesadelos vem ao meu peito de repente.
Apenas respiro, o fim do mundo começa em minha vida.

Ei, leve-me ao reator nuclear
Se eu pudesse mergulhar nele,
Meu corpo e mente desapareceriam sem dor ou ira,
Imagine-me dizendo adeus ao mundo
Haverá um novo amanhã, certamente muito mais bonito
Todas as engrenagens da mente se unem perfeitamente
Acredito...Que é verdade... O meu mundo perfeito

Ah...

0 comentários
Terra Música feedback