Ratos de Porto

Zé Ramalho

exibições 2.721

Se depois que essa transa acabar
Você ainda me chamar de bicho muito louco
Com essas calças de pescador
Os olhos presos em minha boca
Eu posso até ser um rato do porto
E deixar o navio.

Sendo assim, eu vou ter que chamar
Você de minha linda, louca, menina vadia
Com essa pele desbotada
Unhas ferradas em minha roupa
Eu posso até ser o rei e você a rainha
Desse imenso mar...

Só peço desculpas
Por parecer tão vadio
Algo assim como um ladrão
Meu rato, meu queijo, meu porão
Mas você também
Deve ser mais coerente
Me cante, não conte, não tente me enganar.
Me cante, não conte...

Terra Música feedback