Letras de músicas - Letras.mus.br

Fake Démodé

Adão Negro

Tanto ódio, tanta coisa pra dizer
Como foi difícil sua vida como foi sobreviver

Ia mudar o mundo refazer
Como tá tudo isso tão errado, tudo isso veja você
Mas na hora da atitude a hora do vamo ver
Afogado em tanta mágoa foi que eu vi você
Cambiando conteúdo pela forma, fake démodé
Vai posando de engajado só pra aparecer
Só da boca pra fora, só "H", só labia
Fake Démodé!
Só labia
171.

Tanto ódio, tanta coisa pra dizer
Como foi difícil sua vida como foi sobreviver
Nos Jardins da babilônia

Ia mudar o mundo refazer
Como tá tudo isso tão errado, tudo isso veja você
Mas na hora da atitude a hora do vamo ver
Afogado em tanta mágoa foi que eu vi você
Cambiando conteúdo pela forma, fake démodé
Só da boca Vai posando de engajado só pra aparecer
pra fora, só "H", só labia
Fake Démodé!
Só labia
171.


Márcio Mello

Não tem sangue nos olhos
Vive negando a sorte
È um surdo aos barulhos
Não vive, espera a morte
Não entende Che Guevara
E é temente a Jesus Cristo
Você não sabe nada, você
Não Corre risco, seu medo paralisa
Sua mente que é um caos e isso não é
Papo de intelectual, saia de perto de mim
Seu olho não me ve,
A vida fez de mim Inseticida pra você,
A curva não é reta e eu Mostro pra você,
Seu idiota fútil
Seu Fake démodé!

Composição: Sérgio Cassiano/Márcio Mello · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Alexandre
8.039 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais