Casa de Tapera

Adelmario Coelho

exibições 1.425

Morava numa casa de tapera
O coração à espera de um grande amor
A rede na varanda tão singela
Foi que minha moça bela se apaixonou.

E eu apaixonado sem segredo
Vi a vida num lajedo se derramar
Quando ela se engraçou com um sujeito
Eu arrumei um jeito para não chorar.

Sou um matuto de pouca leitura
Vivendo à procura de um bem-querer
O amor quando se mistura
Ninguém mais segura, sofre sem querer.

E como o lado mais carente, eu olho para frente
E peço para Deus um alguém para amar como eu
Para amar, só amar, pra também entregar
A minha vida, a minha vida.

REFRÃO
Quem é você para vim beber toda a minha água
Secar a fonte, me encher de mágoa
Quando diz que ama
Deixando em meu rosto outra cicatriz?
Ainda querendo voltar
Vem me pedindo calma
Como se eu não tivesse alma
Não amasse, não pudesse ser feliz.

Composição: Ari Perciano e Geraldo Cardoso · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por teiacontabil
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música
feedback