Canção De Fornos

Adriano Correia de Oliveira

exibições 754

Adeus ó vila de Fornos
Arrasada sejas tu.
Arrasada sejas tu.

Onde cravos onde rosas
Não te quero mal nenhum.
Não te quero mal nenhum.

Um abracinho bem apertado
Matar desejos não é pecado.
Um abracinho bem apertado
Matar desejos não é pecado.

Mas um só é pouco
Dois é conta certa
Toma lá mais outro
Ora aperta, aperta.

Mas um só é pouco
Dois é conta certa
Toma lá mais outro
Ora aperta, aperta.

Um abracinho bem apertado
Matar desejos não é pecado.
Um abracinho bem apertado
Matar desejos não é pecado.

Adeus ó vila de Fornos
Não te quero mal nenhum.
Não te quero mal nenhum.

Terra Música feedback