O Lixeiro e a Empregada

Amado Batista

exibições 18.204

Eu era lixeiro, você empregada
A gente se olhava e se encontrava
Na mesma calçada

Eu era lixeiro, você empregada
A gente se olhava e se encontrava
Na mesma calçada

E todos os dias, você vinha sorrindo
E eu às pressas contente, pra você lhe pedindo
Um abraço e um beijo, você não pode negar...
Pois sua lata de lixo...
Sou eu quem vou carregar...

Eu era lixeiro, você empregada
A gente se olhava e se encontrava
Na mesma calçada

Eu era lixeiro, você empregada
A gente se olhava e se encontrava
Na mesma calçada

O tempo foi passando, e minha vida mudou
De um simples lixeiro, eu me tornei um cantor
Esta é a minha história, nenhum poeta contou
O lixeiro e a empregada...
Um novo caso de amor...

Terra Música feedback