Meu Poeta

Arlindo Cruz

exibições 15.839

Meu poeta, por favor
Faça um samba de amor
Samba com cheiro de flor
Acho que ela vai gostar

Mas se ela não cantar
Outra vai ficar feliz
Coração é terra fértil
Novo amor cria raiz

Sofro de amores por ela
Mas o samba me conforta
Se ela me fecha a janela
Outras me abrem a porta

Sofro de amores por ela
Mas o samba me conforta
Se ela me fecha a janela
Outras me abrem a porta

Meu poeta, por favor
Faça um samba de amor
Samba com cheiro de flor
Acho que ela vai gostar

Mas se ela não cantar
Outra vai ficar feliz
Coração em terra fértil
Novo amor cria raiz

Sofro de amores por ela
Mas o samba me conforta
Se ela me fecha a janela
Outras me abrem a porta

Sofro de amores por ela
Mais o samba me conforta
Se ela me fecha a janela
Outras me abrem a porta

Se ela faz secar a chuva
Que rega o amor que eu planto
Se ela não crê na oração
Que eu faço pro meu santo

Se ela não conhece a dor
Que faz rolar o meu pranto
Não merece esse samba
Meu amor meu acalanto

Meu poeta por favor
Faça um samba de amor
Samba com cheiro de flor
Acho que ela vai gostar

Mas se ela não cantar
Outra vai ficar feliz
Coração em terra fértil
Novo amor cria raiz

Sofro de amores por ela
Mas o samba me conforta
Se ela me fecha a janela
Outras me abrem a porta

Sofro de amores por ela
Mas o samba me conforta
Se ela me fecha a janela
Outras me abrem a porta

Se ela faz secar a chuva
Que rega o amor que eu planto
Se ela não crê na oração
Que eu faço pro meu santo

Se ela não conhece a dor
Que faz rolar o meu pranto
Não merece esse samba
Meu amor, meu acalanto

Composição: Arlindo Cruz / Sombra / Zeca Pagodinho / Jr. Dom / Ratinho / Sombrinha · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por forro_lu
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
0 comentários
Terra Música feedback