Cajueiro

Arreio de Ouro

exibições 23.784

Ô cajueiro pegue aqui na minha mão,
Já vesti couro, perneira, chapéu, gibão
Eu vim montado também já dei queda em gado
E hoje vivo apaixonado por mulher do cabelão.

Cachaça boa é que se bebe aqui
Eu bebo ela pra poder me divertir
mas se um dia eu conseguir sair da mata, adeus mulata

Vou beber até tombar até cair.

E se passar um caixão em sua porta
Faça favor num pergunte de quem é
Foi um vaqueiro quem morreu embriagado, apaixonado, alucinado

Por amor de uma mulher.

Mulher bonita foi, é e será a minha perdição
Quando eu me lembro dá uma dor no coração
Eu vou deixar de aboiar e chamar gado
Eu vou viver... eu vou morrer apaixonado, por mulher
do cabelão.

Terra Música
feedback