O Sono Vem

Barão Vermelho

exibições 7.111

Te escrevo essa carta pois não tenho voz
Suficiente pra nós
Não durmo direito há alguns dias
Só alguns dias

E vem a tranquilidade do sono
Se mistura a realidade do sonho
E nessa hora ninguém é de ninguém

Essa carta que eu te escrevo
Não impede que eu fique mudo
Mas o resto da carta, o resto de tudo
O resto do mundo eu só mostro
Quando você se entregar

Se eu parar de pensar em você
O sono vem, o sono vem
É só eu parar de pensar em você
Que o sono vem, o sono vem

Mas talvez eu ainda ache
Que as pílulas pra dormir
Na minha vida se encaixem
Como uma forma de fugir
Ahh...de você

Terra Música feedback