exibições 33.881

Não esperava ser o único a romper a barreira do som
Superei o medo da distorção das palavras
Fui sincero, muito cedo ...

Tem horas em que lembro com saudade
todo o tempo de minha vida
E perplexo vejo que já um quarto dela
Se passou em felicidade desapercebida

Se o tempo hoje parasse
Ou então não mais vivesse
Estaria me traindo
Ao pensar que o tempo pararia
Se meu coração não mais batesse

Anotei inutilmente experiências num caderno
Por temer tornar a repeti-las
E descobri que o amor precisava de estratégia
E eu não sabia como se perdia

Tem horas em que lembro com saudade
todo o tempo de minha vida
E perplexo vejo que já um quarto dela
Se passou em felicidade desapercebida

Agora basta de besteira
Cansado de me procurar, achei que devia me perder
E não notei que fiz de todo o tempo uma tragédia
A minha vida, eu não conhecia

E se pensava que o jovem não tem medo da morte
Eu noto só agora que a sorte se inverte,
Ou então estou mais velho...

Composição: Alvaro, Bruno, Miguel, Sheik, Coelho, Beni · Esse não é o compositor? Nos avise.
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música
feedback