Salmo 91

Bola de Neve

exibições 132.631

Aquele que habita no
Esconderijo do altíssimo
Praga nenhuma o alcançará
Eu fiz do Senhor
Minha rocha, escudo e refúgio
E nenhum mal me sucederá

Me cobrirá com suas asas
E assim estarei seguro
Não temerei o espanto noturno
Nem flecha que voa de dia
Nem peste que anda na escuridão
Ou mortandade que assola ao meio-dia
Mil cairão ao meu lado
Dez mil a minha direita
Somente com meus olhos
Eu olharei e verei

Aquele que habita no
Esconderijo do altíssimo
Praga nenhuma o alcançará
Eu fiz do Senhor
Minha rocha, escudo e refúgio
E nenhum mal me sucederá

Aos teus anjos dará ordem ao meu respeito
Para que me guarde em todo o caminho que andar
Na sua destra me segurará
Para que eu não tropece em pedra alguma
Pisarei o leão e a cobra
Pisotearei o leão e a serpente
Eu fiz do Senhor o meu abrigo e habitação

Aquele que habita no
Esconderijo do altíssimo
Praga nenhuma o alcançará
Eu fiz do Senhor
Minha rocha, escudo e refúgio
E nenhum mal me sucederá

Por que tu me amas te resgatarei
Clama a mim e responder-te-ei
Te protegerei pois conhece o Meu nome
Te livrarei contigo estarei
Vida longa eu te darei
E te mostrarei a minha salvação

Aquele que habita no
Esconderijo do altíssimo
Praga nenhuma o alcançará
Eu fiz do Senhor
Minha rocha, escudo e refúgio
E nenhum mal me sucederá

Composição: Zeniel Pires (Pr. de Niterói) · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por rafaes, Legendado por gabrielluancorrdeiro
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música
feedback