Um Dia de Cão

Chico Buarque

exibições 15.938

[introdução]
Jumento: pois é, onde é que eu estava mesmo?
Ha, eu estava indo pra cidade.
E fazer o que na cidade?
Bem, eu pensava,
quando alguém não sabe fazer mais nada,
mais nada mesmo,
hoje em dia pode virar artista, músico.
Hoje, todo mundo canta
como dizem aqueles que não sabem cantar.
Então, eu estava ali andando, quando de repente,
quem é que eu vejo estendido no barranco da estrada:
um pobre cachorro.
Estava mesmo a perigo,
todo roto, todo esfarrapado,
parecia que tinha acabado de chegar da guerra.

Cachorro: he, he, he, he, he.

Jumento:ele estava dormindo,
e tinha uns sonhos terríveis,
uns pesadelos de cão.
Cachorro, hei cachorro,
Acorda!
1,2,3, já.

Cachorro: Sim, sim, sim senhor é pra já.

[música]
Apanhar a bola-la
Estender a pata-ta
Sempre em equilíbrio-brio
Sempre em exercício-cio

Corre, cão de raça
Corre, cão de caça
Corre, cão chacal
Sim, senhor
Cão policial
Sempre estou
Às ordens, sim, senhor

Bobby, lulu
Lulu, bobby
Snoopy, rocky
Rex, rintintin

Lealdade eterna-na
Não fazer baderna-na
Entrar na caserna-na
O rabo entre as pernas-nas

Volta, cão de raça
Volta, cão de caça
Volta, cão chacal
Sim, senhor
Cão policial
Sempre estou
Às ordens, sim, senhor

Bobby, lulu
Lulu, bobby
Snoopy, rocky
Rex, rintintin

Bobby, lulu
Lulu, bobby
Snoopy, rocky
Bobby, lulu, bobby
Estou às ordens
Sempre, sim, senhor

Fidelidade
À minha farda
Sempre na guarda
Do seu portão
Fidelidade
À minha fome
Sempre mordomo
E cada vez mais cão

Terra Música feedback