Flor do Grão-pará

Chico Senna

exibições 4.470

Rosa flor, vê quanta mangueira
e o cheira-cheira do tacacá.
Meu amor, ata a baladeira,
embalança a beira do rio mar.

Belém, Belém, acordou a feira
que é bem na beira do Guajará.
Belém, Belém, menina morena,
vem ver o peso do meu cantar.
Belém, Belém, és minha bandeira,
és a flor que cheira no Grão-Pará.

Belém, Belém do Paranatinga,
do Bar do Parque, do bafafá.
Bem-te-vi, sabiá, palmeira,
não, não baladeira, deixa voar.

0 comentários
Terra Música feedback