Letras de músicas - Letras.mus.br

Folguedos de Roda

Coco Raízes de Arcoverde

#1
- Onde tu vai, o meu Pombinho Roxo?
- Eu vou ali com Deus e mais ninguém.

- Eu vou atrás daquela ingrata,
que me abandonou sem amar, sem querer bem.

- À meia noite eu pisei na cova dela,
chorando assim uma voz me respondeu:

- "Ô preta, tira o pé daí!
Tu tás maltratando um amor que já foi teu."

41, 42, 43. O povo tão pedindo
Canto 40 outra vez.
(volta para o #1 e repete mais uma vez)

#2
"- Ai, Baiano!"
- O que é mulher?

- Você hoje me abandona e amanhã você me quer!

- Saí de Arcoverde pra casa de Zé André.

- Saí de Marinete e achei bom voltar a pé.

(volta para o #2 e repete mais uma vez)

#3
- Côco, Sul, eu vou ganhar dinheiro!

Pra vencer a guerra com Jesus no meu terreiro, vadiar!

À meia noite, quando o galo canta,
a moça se alevanta e começa a rezar

De madrugada, minha volta é crua.
Meu Deus cadê a lua que eu não vejo clarear?

(volta para o #3 repete mais uma vez)

#4
A velha (Amélia) minha sogra é um pouco aperriada.
Bebeu mocotolina pensando que era 'viagra'.

Ela não sabe o que é amor,
nem avalia o que é paixão.

Eu tenho dado o meu amor a outra
Depois me entrega o teu coração.
(volta para o #4 e repete mais uma vez)

1.553 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais