Letras de músicas - Letras.mus.br

Apocalipse 2000

Conexão Do Morro

O final se aproxima como um raio, submeta-se a algo que prevaleça a sua pessoa!
Aaah, tenho que lutar, minha família, minha crença, deus,assim vou continuar

Muitos que se foram, que ainda estão indo, que irão se ajoelhar pedi perdão, todos os dias comendo o pão que o diabo amassou, vacilou aquele pecador se engasgou, morreu se debatendo engasgado, mais um pecador nas garras do diabo, já era, um abraço, o mundo está de cabeça pra baixo, mulheres quase nua na tv, balançando o rabo na língua do diabo, se prostituindo com o dinheiro dos otários, luxo, carro ostenta a vida fácil se acha o máximo se esquecem de deus imagine o que pensa do problema meu, seus é tanto ri,que tanto choro, talentos perdidos no morro, dizem que eu minhas musicas, meus irmãos não prestam, pra eles o que presta, suas ideologias de merda, o crack é uma guerra aonde os soldados repousam embaixo da terra.

Refrão:
Logo, logo, acabará o tormento, apocalipse 2000 final dos tempos, o tempo não para, o tempo esta próximo, próximo do final ouviu. hei, hei, hei há há, apocalipse 2000

Milhares de guerreiros, batalham dia-a-dia pela sobrevivência, pelo dinheiro, somos controlados por essa maldição, esqueço sua ditadura e não, o desemprego talvez seja um sinal, a violência, terremotos, maremotos, o apocalipse final, busca o conforto, bom lugar, o repouso, realmente é o final, morreu um menino de onze anos na marginal, atropelado, dizem que estava drogado, pra tirá-lo da reta é muito fácil a perícia constatou um acidente inevitável, o corpo do garoto ficou na pista com o rodo na mão, com uma garrafa de sabão
Tenta ganhar a vida de uma criança nortista que tenta fugir do apocalipse do nordeste, fernando henrique é uma brecha, o rei do inferno, a besta dos tempos modernos, os dados da sorte foram lançados, será que me salvo ou morrerei abraçado com o sonho de mudanças dignidade no olhar das crianças. igual aquele ex-gerente, o cara era mó gente hoje é indigente, o que valia já não vale mais, hoje sua vida vale um botijão de gás, cansei de falar varias vezes hoje só desejo meus pêsames, se resumiu ao pó, se rendeu ao pó, só lembranças só, não sei se sinto raiva ou se sinto dó, e morre um, dois, três e vai morrendo, [efeito dominó], é o sistema contra o povo, morte, fome esse é o jogo, mal jogado que favorece apenas um lado, o lado mais forte, o lado mais fraco, cada vez mais fraco nossas vidas num fiasco, corre atrás do prejuízo, não da pra voltar atrás do tempo perdido, é hora de tentar mudar, revolucionar tentar mudar o brasil, revolução dos humildes rumo ao 2000.

Refrão:
Logo, logo, acabará o tormento, apocalipse 2000 final dos tempos, o tempo não para, o tempo esta próximo, próximo do final ouviu. hei, hei, hei há há, apocalipse 2000(2x)(2x)

Só deus pode salvar e controlar situação, o cobrador morreu com cinco por uma condução se doeu, se mordeu, porque o patrício, pulou a catraca, estilo selva, o predador ataca, sempre a procura de presa, ele sempre ataca de surpresa e vai deixando o rastro da destruição, encima disso muitos reinam, e são reinados, o rei do gueto tico preto, homem direito sem preconceito, trava seguro, trava socorro, robin hood do morro, um dia o destino foi mais rápido que seu dedo longo e magro, morreu, mas não era bafo, o povo acompanhou o seu enterro, em forma de procissão, com uma bandeira do morro encima do caixão, de fundo o cenário lindo e azul, trilha sonora fim de semana no parque, o hino aqui da sul, o sistema fecha os olhos até pra criança morta embaixo do viaduto, no gueto nasce muitos, e poucos se tornam adultos. aqui a cena é mais desconfiança, luto, ninguém confia em ninguém maldade é o que mais tem, apocalipse 2000, esquece a mais de trinta anos essa putaria acontece, e a televisão manda em tudo, talvez a televisão seja a besta do mundo, criando seus falsos profetas, manipular essa, essa é a meta. quem será o noé dos tempos modernos, mas quem se salvara aqui no inferno. uma criança de treze anos morta a tiros, uma criança de doze teve um filho, o pai estupra a filha, a mãe matou o filho recém-nascido, o maluco se joga na frente do trem, o vovô morreu com um tiro também, é foda mais ai, vamos nos unir só assim, vamos progredir, essa putaria só acontece no brasil e todos vão pagar no apocalipse 2000, logo, logo acabará o tormento, apocalipse 2000 final dos tempos. aaaahhhh

Refrão:
Logo, logo, acabará o tormento, apocalipse 2000 final dos tempos, o tempo não para, o tempo esta próximo, próximo do final ouviu. hei, hei, hei há há, apocalipse 2000.(4x)

Composição: Mano Cobra e Cachorrão · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Rodrigo
4.018 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais