Letras de músicas - Letras.mus.br

Lembranças

Consciência Humana

A droga ta para todos que o sistema impõe pra nós
Se é controle de população, que ele foi um entre mil
Que naquela noite, deixou saudades
Mas porque tem que ser assim (2X)
Mais eu sou W DEE, preto aplique, firmo

Adriano, Consciência Humana
Banca forte, moro
Hip Hop de periferia
CH com Sistema na mira

Ei W DEE eu estou com saudade do meu mano;
Em uma noite dessas ele apareceu no meu sonho;
Com um ar diferente, parecia estar contente;
Com seu novo lar, com o seu novo lar;
Que pena que ele se foi a uma outra noite dessas;
Quando eu me lembro dessa noite o sentimento se quebra;
Quando a notícia chegou lá em casa todos choravam;
E eu simplesmente com um nó na garganta e uma cede de vingança.

Ei APLICK a vingança é o pecado, o pecado é o medo da morte;
A morte é a vingança que de surpresa dá o bote;
E ele foi 1 entre 1000 que naquela noite levou um bote da vida;
É triste pra família, mas eu no seu lugar não me culparia;
Pois agindo assim não ajudaria em nada e na sua casa;
Alguém precisa de um incentivo, é com você amigo, é com você amigo;
Eu sei que não é fácil, mas temos que nos acostumar;
E não nos culpar dos fatos ocorridos, contrariar o destino;
Além do mais há muito tempo que ele partiu deste mundo, flutuava no escuro;
E que Deus o tenha em um bom lugar;
E onde quer que ele esteja eu espero que ele esteja;
Com a paz que eu sempre sonhei.

Como ele foram vários eu sei, mas não acreditei;
Talvez eu fracassei no apoio que dei;
O crack foi mais forte que as boas palavras;
Conselhos de mãe, irmãos e amigos não lhe valeram nada;
Ele não nos escutou, fracassou e o apoio não bastou;
E o crack superou e dominou seu cérebro;
E o por que disso tudo eu quero, e o por que disso tudo eu quero.

(2x) Me fala, me fala, me fala;
Por que tem que ser assim.

A lembrança do passado nos torna uma penitência;
É que quando lembramos das vítimas;
Das balas perdidas, do crack e da cocaína;
E da inocência das pessoas que moram na periferia;
Por ter um dia marcado e ter a noite perdida;
De dia é os planos de furto que nos rodeiam;
É um distúrbio mental, a morte cerebral;
É o desaparecer do ser humano;
São pessoas boas que estão se tranformando em pessoas más;
Não posso acreditar que se deixou levar;
A ponto de pelo crack estar dominado;
Foram 26 anos perdidos em poucas horas;
E pelo crack você ignorou a sua própria vitória;
Ei cara, quando eu me lembro das suas palavras;
Dos seus planos de vida, das nossas idéias trocadas;
Das noites de sorriso e das baladas geladas;
Em que comigo você se preocupava;
Você me dizia pra não entrar nas paradas erradas;
E que me afastasse das drogas e das armas;
Que eram uma jogada macabra;
E que o mundo pro criminoso era escuro;
E que não era futuro pra mim;
Pra eu seguir os seus conselhos e não os seus caminhos;
Por que onde morreram as rosas ficaram os espinhos;
E quem não tem bom aliado anda sempre sozinho;
Pra não ser queima de arquivo, não ser queima de arquivo;
Eu ouvi seus conselhos, mas você fracassou;
Em um balada gelada o crack te dominou;
E os seus planos de vida você ignorou;
Dizendo que o crack superou suas palavras;
E na noite andava como uma alma penada;
E no meio de campo com muitos outros;
Fazia parte da jogada macabra, a noite passava;
E a saudade das pessoas provocam as lágrimas.

(2x) Me fala, me fala, me fala;
Por que tem que ser assim.

Ei mano por essa fase da vida;
Todo mundo têm que passar;
Por que a morte faz parte da vida;
E eu facilitei a minha;
E o destino não me escolheu pro bote.

E as perguntas que me faço se referem á você;
Eu não consigo entender por que;
Você opinou por esse lado da vida;
Sua família chora a sua morte;
A saudade bate forte, o destino te escolheu pro bote;
É foda a saudade cara, ás vezes na madrugada;
Me lembro das baladas, das idéias, dos rastros de lágrimas;
Que corriam de preocupação;
De um com o outro e o conviver dos nossos outros irmãos;
Você se lembra cara das nossas idéias somente em mágoas passadas;
E os conselhos que você me dava;
Por ter vivido tal experiência, não me cabia esse tipo de convivência;
Por isso o motivo da sua morte pra mim não foi convincentes;
Usou demais o nariz e a boca e se esqueceu da mente, infelizmente;
Naquela madrugada você no canto da sala;
A sua hora chegava, a morte se aproximava;
E de nós para sempre ela o levava;
Viagem é viagem, pra muitos o crack é uma viagem;
Mas pro Consciência Humana não;
E pra aqueles que são conscientes também não.

Ei APLICK não é legal você ficar se martilizando;
O tempo vai passando e eu estou ligado que é foda;
Mas a gente suporta, é você e os que ficaram é que nos importam.

É W DEE, mas ele era um irmão meu.

Ei mano ele é, mas desse mundo não é mais;
Ele morreu infelizmente esse foi o destino que ele escolheu;
Fora de tudo em um outro mundo;
Deixou o subúrbio, acabou o consumo;
DIGA NÃO AO CRACK!

(4x) Me fala, me fala, me fala;
Por que tem que ser assim.

Composição: W. Dee, Aplick, Adriano · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Laerte
83.437 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais