Ave de Rapina

Dalvan

exibições 535

Num vasto desejo, você me domina
Me agride e me ensina como me portar
Diante das loucuras, se torna menina
Se vira dizendo que de amor quer brincar

Sou ave rapina, não perco meu tempo
Então me sustento no que te sufoca
Você me provoca, me deixa ansioso
Nosso amor se torna bem mais saboroso
Se um beijo ordena a nos entregarmos

E como magia nossos corpos se acham
De forma perfeita e de modo atrevido
E pouco a pouco nossos lábios se acham
Buscando os beijos que estão escondidos
O prazer nos torna objetos perfeitos
E nos movimenta no mesmo compasso
Desta forma suprimos os nossos desejos
Sem forças nos damos ao mesmo cansaço

0 comentários
Terra Música feedback