Letras de músicas - Letras.mus.br

Eu, Deus e Meu Fuzil

Detentos do Rap

No império do sol
Sobrevivem os fortes derrota os que não existem
Estou sempre firme louvado seja o meu senhor
Que me fez forte na hora da dor
Ressuscitei do inferno em versão h.ferro
(no império do sol)

Eu sou seu pesadelo playboy pede socorro
Anjo sentinela de fúria descendo o morro
Poder paralelo dramático do brasil
Coquetel molotov eu, deus e meu fuzil
Na selva de morteiro que mata à sangue frio
Deus é o meu colete o inferno é elogio
Sequência de traçante derruba como blindado
E o governo que entra em choque com meu mundo
Melodramático
Problemático, sistemático, sádico, rigoroso
Audácia, cocaína me faz ser deus no morro
Justiça cria as regras mas ganha com o jogo bruto
E a mídia me define um inimigo público

No império do sol
Sobrevivem os fortes derrota os que não existem
Estou sempre firme louvado seja o meu senhor
Que me fez forte na hora da dor
Ressuscitei do inferno em versão h.ferro
(no império do sol)

Meu arsenal meu antraz sustenta toda essa porra
Ap no leblom, cruzeiro na europa
Enquanto eu me empenho em ver o morro crescer
Cv, pcc somando 5° poder
Eu sei que é dramático, rotativa é mil
A mídia me apontando como monstro no brasil
Inderditando avenidas, tomando de refém
De fuzil na mão nessa porra eu sou alguém
Blinda o carro promotor pra escapar do furador
O monstro tá de volta que você condenou
A tsunami demolidor, inimigo n° 1
Dividindo o sistema ao meio chocando o brasil abalando bangu
How! magnata do morro, playboy da cocaína
Terrorista do sitema, patrocínio da guerrilha
Como a oitava praga que tá no apocalipse
Em forma te automática, informática e míssil

No império do sol
Sobrevivem os fortes derrota os que não existem
Estou sempre firme louvado seja o meu senhor
Que me fez forte na hora da dor
Ressuscitei do inferno em versão h.ferro
(no império do sol)

Da cobertura de piscina e radinho via satélite
Hoje o barão do café que abastece
Eu mais um solo napolitano
Nas ruas frias de são paulo versus miliciano
É tarde pra parar doutor vai pagar o preço
Vai nadar com os tubarões (hã) do mar vermelho
Sente a fúria, sente o drama, o efeito colateral
Das ruas de são paulo ou dos becos de vidigal
2 0 1 0 cumpre-se o que escreveu
Dinheiro versus vidas, o homem versus deus
É igual planeta marte, internet, c4 em pó
Igual cura da aids ou 10 vírus pior
Igual efeito estufa, bush e seu arsenal
Igual execução de saddam em digital
Bin laden, heroína, petróleo, ouro e prata
H.stern de diamante ou a besta papa
Igual gambé que sai pra matar na noite fria
Ou o boy que é sequestrado no audi top de linha

No império do sol
Sobrevivem os fortes derrota os que não existem
Estou sempre firme louvado seja o meu senhor
Que me fez forte na hora da dor
Ressuscitei do inferno em versão h.ferro
(no império do sol)

(dundun - facção central)

Várias ideias engatilhadas psicopata na levada
Linha de frente no morro sangue no olho, homicida
Na contenção sou um gavião no alto da colina
Tô na disposição, tô descendo pra pista
Sentimento primitivo, diploma de terrorista
Sistema incentiva a guerra à longo prazo nos vende a dor
Financiando pro crime arma, droga prum doutor
A chapa é quente o filme é dramático
Polícia mata polícia a tal da milícia tá la embaixo
Click cleck! molhou! um deles me viu
Pode vir com o ferro na cinta eu, deus e meu fuzil ...

6.581 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais