Um Cara de Sorte

Detonautas

exibições 1.327.582

Hoje eu acordei com uma vontade enorme
de sair e andar sem direção
Sem destino e sem medo da morte
Simplesmente andar e ouvir o que dirá meu coração
Eu sempre fui um cara de sorte

E tudo que eu conquistei
Foi com o suor do meu trabalho
Eu nunca desisti, não me curvei
Não me entreguei, não me deixei levar
E essa corrente que prende pelos pés
Eu arrebentei com os dentes

Não me entreguei
Eu vim lutar
Não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim
Ahhh eu não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim
Eu não vou deixar

Hoje eu acordei com uma vontade enorme
de olhar no fundo dos seus olhos
E te pedir perdão
Por tudo que eu falei sobre o amor
Sobre nós dois ou sobre o mundo
Às vezes eu perco a razão

É que eu não reparei quando você
Me protegia em silêncio
E eu não soube expressar o meu carinho
o meu amor em palavras de novela
Mas quando a gente cresce
a gente aprende a dar valor a quem tá perto

Eu vim dizer
Que eu voltei
Pro meu lugar
Não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim
Eu não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim
Ah eu não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim
Ah eu não vou deixar que alguém

0 comentários
Terra Música feedback