A Pequena Sereia - Pobres Corações Infelizes

Disney

exibições 4.623

Úrsula: O jeito para conseguir o que quer
é você se tornar humana também

Ariel: Pode fazer isso?

Úrsula: Minha querida e bela menina.
É isto o que eu faço e para isso que eu vivo
Para ajudar os infelizes seres do mar como você
Pobres almas que não têm a quem recorrer

Eu confesso que já fui muito malvada
Era pouco me chamarem só de bruxa

Mas depois arrependida, fiquei mais comedida
E até mais generosa e gorducha! Pode crer!

Felizmente eu conheço uma magia
é um talento que eu sempre possuí.
E hoje é este o meu ofício,
que eu uso em benefício do infeliz
ou sofredor que vem aqui! Patético!

Corações infelizes,
precisam de mim.
Uma quer ser mais magrinha,
outro quer a namorada.
E eu resolvo?
Claro que sim.

São corações infelizes
Em busca de tudo.
Todos eles chegam
implorando
Faça-me um feitiço!

Que é que eu faço?
Eu ajudo.

Mas me lembro no começo
alguns não pagaram o preço
e fui forçada a castigar os infelizes

Se reclamam não adianta, pois em geral eu sou uma santa, para os corações infelizes

Úrsula: Chegamos a um acordo?

Ariel: Se eu ficar humana, nunca mais estarei com meu pai e minhas irmãs..

Úrsula: Mas terá o seu homem, a vida é cheia de escolhas difíceis não é? Oh, e ainda tem mais uma coisinha, ainda não falamos do detalhe do pagamento!

Ariel: Mais eu não tenha nada...

Úrsula: Mais eu não cobro muito, vai lhe custar uma ninharia. O que eu quero de você é sua voz!

Ariel: Mais sem minha voz, como posso?

Úrsula: Terá sua aparência, seu belo rosto, e não subestime a importância da linguagem do corpo.

O homem abomina tagarelas, garota caladinha ele adora,
se a mulher ficar falando o dia inteiro fofocando,
o homem se zanga, diz adeus, e vai embora, não!

Não vá querer jogar conversa fora, os homem fazem tudo pra evitar, sabe quem é mais querida, é a garota retraída, e só as bem quietinhas vão casar...
É hora de resolver o negócio, entre nós, eu sou muito ocupada e não tenho o dia inteiro, o meu preço? É a sua voz. Você que é tão infeliz,
Não vai ser mais, se quiser atravessar a ponte, existe um pagamento, vamos lá tome coragem, assine o documento, a sereia está no papo, é dia de alegria, ganhei o que eu queria...

Verruga, sifruga, e eu quero um vento assim..
Laringula língua, e lara laringe e a voz para mim..
Agora cante..
Oooooóóóó
Continue cantando.
Hahahahahaha

Terra Música feedback