Dia de pentecostes

Eliel do Carmo

No dia de pentecostes de fogo
A casa encheu foi Deus quem
Mandou o vento e o vento
Obedeceu, era fogo pra todo lado
Era brasa viva e que poder
Quem sabe não era o dia
De pentecostes eu quero ver. Eu quero ver,
Eu quero ver, eu quero ver, eu quero ver
Esse fogo santo eu quero ver, eu quero ver
Aqui nessa igreja o fogo descer. No dia de
Pentecostes louvaram o poder de Deus
Eram línguas repartidas, que bênçãos pros
Filhos seus. Mas agora vamos clamar,
Vamos implorar o fogo vai descer. Jesus é
O Santo Fogo e é esse fogo que eu quero ver.
Moisés lá no Monte Orebe sentiu o poder
De Deus. E a Sarsa não se consumia, era
O mistério de Deus, vem agora não tenha
Medo, deixa esse fogo te acender, pois aqui
Tem labareda e é esse fogo que eu quero ver
Quando o povo saiu do Egito, no deserto
Caminhou? Bem na frente via um anjo que
Com ele viajou, tinha uma coluna de fogo
Que Deus mandava escurecer, aquele era
Fogo vivo que faz satanás correr. Se você
Se acha fraco escute o que vou te dizer
Olhe agora pro teu lado este anjo tem poder
Que te toca com brasa viva, ele precisa te acender,
Receba este fogo agora e é esta hora
Que eu quero ver.

Composição: (Mattos Nascimento) · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Maria
2.813 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais