A Cobrar

Emicida

exibições 29.425

Não to na lua mas escrevo rap sem gravidade
Nem maquiagem, e mesmo assim ele é de verdade
Eu ainda ligo a cobrar, mas é só pra variar
Não esquenta, eu vô mudar, quando o dim-dim chegar
Eu não nasci pra ser mascote do menino Ash
Nasci pra rimar, pra curtir, pra corre atrás do cash!
Mas enquanto ele não vem, eu só me esquivo do bem bem
E aconselho que você, mano, faça isso também!
Eu ouço tudo isso, e considero ser tão sem sal
A rima que nasce pobre, vira ladrão, e morre no final
É tão previsível, como contar 1,2,3
Enquanto você rima, de boa, eu acompanho vocês!
Meu estilo é o rápido, com os bigboys no pop, no lock
Que pra você é mais nojento do que as menininhas do shoping [AI!]
Que quando eu pego, e quando vo faze um rolê com elas,
Elas qué que eu mude meu estilo, como se eu fosse do condomínio e não das favelas!
Rimando, até o fim pra manter minha carcaça
O melhor do barato, tru é anda na van do Sesc de graça, É quente!
Estilo celebridade, bate o fio, ligo D-Jose pra sul, faze free style!
Anda pelo Jardins, onde os boy me vê e se caga!
Comer o barato das arábia lá na casa do Maga
Eu sigo explícito e verdadeiro no som de periferia
Tentei ser abstrato no rap, mas nem eu entendia
O que me entedia, é a novela e o vídeo-show
Eu não sou gangsta, mas pra vcs é só no "Plow Plow Plow"
E essa é minha cara, eu vô desse jeito jão
Eu vou rimando vou versando até q acabe o cartão
[se acabou manda a cobrar memo]

Refrão:
Eu ainda ligo a cobrar, mas é só pra variar
Não esquenta eu vou mudar, quando dim-dim chegar
Mas enquanto ele não vem, me esquivo do bem-bem
E aconselho que vc faça isso também
2x


Cômica, sônica, irônica, é a maneira que ataco
To só o caco, e rimo mais que os papagaio faz curupaco
Sou eu que ando duas hora de busão todo santo dia
E não é brincadeira sangue bom, escuta, pq isso aí é só na ida
Minha saída é fazer por amor, pq desculpa meu truta
Só tem duas raça que querem só pelo dim-dim, os político e as puta
E como eu não sou desses meus interesses vão bem mais além
Mesmo que as conseqüências seja nunca ver as notas de cem
Eu não pago de Big Pimp com mulher, ouro e drink
Mas aí jow, presta atenção, pq o meu rap é dos trink
Tem uma goteira em cima da minha cama lá no telhado
Conseqüência de um vento forte que deu no ano passado
O meu tênis ta furado, e dos lado ele ta barreado
Meu boné já ta manchado mas não é meu estilo que ta defasado
Mas pela fama eu não dou pro roqueiro como fez a Giménez
Eu tomo chá, mas a potência ta na sua mente e não no meu pênis
Não ganho mais que o guga no tênis, sou mais pimenta que o Denis
Não sei se vc gosta do Broz mas eu adoro zuar eles
Por mim, cinco marionete, versão masculina da chacrete
Cuja a bá gruda igual chiclete, tem talento igual a Gretchen
Vai vendo, eu sei que o dinheiro não traz o talento
No caso dos Camargo se comprova que por talento vi TA LENTO!
Mas aí meu truta, e entra musica e eu zouo mais
Pq eu quero terminar essa aqui de boa rimando na paz
É meia noite e três, e promessa é dívida
Como é de praxi pro Emicida, aí jow, missão cumprida !

(Refrão)

Terra Música feedback