Outras Palavras

Emicida

exibições 77.352

Ei, atravessei vários horizontes.
Na cabeça uma velha canção, no coração um monte de
Elo
Com minha terra, minha xangrilá
Aqui me sinto bem mas meu lugar é lá
Levo o conto africano na mochila
Passo, igual a lua, parto, na tranquila
A brisa avisa, a mata fala pra mim:
"teu lar é o cê tá bem, o mundo é seu neguim"
Apreço por que não deixo sozim
Todo mundo tem um preço, só que o meu, não é em dim
Por credito no radim sei lá, vai que carolina liga pra
Mim
Trago teu riso como benção pa proteger
Amor, só vô, pra pode volta 'pucê'
Rítmo doido, já nem percebo lugares
Só me sinto mais seguro ao reconhecer alguns olhares
Tá firmão com os irmão suave
Sussegadão uma rima um salve
Na lapa com ique gravando ( ? )
Tucuruví no kamau ouvindo ( ? )
No vale com sleep penso em electrips
Perdendo alguns irmãos que vão em bad trips (ãhn)
Bloods, crips, hoops, riffs, sample
Desde aquela no am que eu faço a ( ? ) tempo
Só não posso me deixa levar
E dar valor pra coisas como o ar
Embora bico desfira mentira pra conspirar
Tô nem vendo, hoje eu tô na de cantar
Mais amenua as moça vem me encantar
Mais ou meno na hora de encontrar e trabalhar rapaiz
De boa vim ve mas vim ve mais mais

Quando você chegar
Meu colo é teu lugar
Com tanto pra contar iaia
Todos lugar que eu fui
Só pensava em você
Quando volta pra te dizer (outras palavras)
2x

Hoje o dia tá bom
Pra sei lá ver um filme no deon
Parar numa mesa de bar escutar um som
Vagar por entre quem trampa
Uma folha, uma caneta e mó saudade de sampa
Levantei cedão
Desci com as mulher pro calçadão
De chinélo e bermudão
Minha vida é: estrada, solidão, show, amigo, reunião,
Telefone, televisão
Hotel, ideias num papel,recibo de aluguel
Prejuizo, dádiva, sorriso, lágrima
Vez ou outra um milágre mas é raro
Raro como dinheiro de sobra
Raro como disposição pa mão de obra
Claro, como o céu de cada manhã
Que me acorda com o sol lá no banco da van
E eu vou, liga pa ve se eles tão bem
Se pá confirma que eu também
Preciso compra um cartão
A gente nunca acha quando busca um orelhão (é)
O irmão olha a parada (ó)
Recheio dos biquine nas calçada (ó)
E ó, ela sorri mais nada
Desfila com seu brilho junto ao mar (nossa) malvada
Minha plantinha, quem vai aguar? (hein?)
Meus vira-latinha que vai cuidar? (hein?)
Pras coisa minha eu preciso voltar (é)
Por que a saudade não vai descansar (ó)
Vo leva uma lembrança daqui tá?
Pra você ve que eu não eaqueci
Olha aqui tô voltando pra ti
Pra mata essa vontade então vem.

Quando você chegar
Meu colo é teu lugar
Com tanto pra contar iaia
Todos lugar que eu fui
Só pensava em você
Quando volta pra te dizer (outras palavras)

Terra Música feedback