exibições 1.230

O meu Jeep sem capota
Segue a rota de rotina
Com a mão na buzina
Eu acordo Cristina
Vou a todo vapor
Pra ver meu amor
Cristina!,Cristina!

A chuva cai e continua
E a avenida é a percorrida
E meu Jeep então deslancha
É prancha,é lancha
Cristina!,Cristina!

O vidro molhado
Esconde o meu rosto
Do lado oposto
O abraço esperado
A vida em cheque
Meu Jeep sem breque
Já não me obedece
E desce,desce,desce,desce...
Cristina!

0 comentários
Terra Música feedback