Letras de músicas - Letras.mus.br

A Malandragem Toma Conta

Facção Central

Muitos embalos existem procuram pela vida fácil;
Se espelham em criminosos, acham ser o caminho viável;
Inevitável por ser pobre, outro vitimado;
Nem sempre cola, tanto faz, pra ele é um barato;
Ser enquadrado, interrogado, dever explicações;
Temido na vizinhança, ser o maior dos ladrões;
Se torna seu pedestral, e mais que isso um troféu;
Reconhecido na malandragem destrói qualquer papel;
Um viciado nota dez, o rei do crack e cocaína;
Dezenas de passagens, o terror dos toca-fitas;
Conhecido e manjado por toda a polícia;
Mas tudo bem, ta tudo em paz se o subúrbio ta em dia;
Nem pm, nem civil, nem federal, ninguém embaça;
O mano paga bem, é bom malandro e ta em casa;
Disse que vai ser um traficante, se marcar até bicheiro;
O dono da quebrada vai ter muito dinheiro;
Sonha com isso, apenas sonha e nisso vai morrer;
Se não se vence honestamente no crime pode esquecer;
Só polícia na sua vida, nem tudo é alegria;
Faz correria toda a hora, e não chega seu dia;
Quer ser malandro, paga o preço e a quantia é média;
Se diz que troca com a polícia então não paga comédia;
Na banca quer ser o melhor e de conhecimento;
O mais esperto e conhecido aqui fora ou lá dentro;
Um dvc que assuta deus do céu é por aí;
Tem um quilômetro de ficha e não sossega mesmo assim;
Quer dinheiro, quer a boa e não se desaponta;
Bate no peito, eu sou malandro, eu sou ladrão e a malandragem toma conta.

(4x) A malandragem toma conta.
(se diz que é malandro então segura a bronca)

Um complemento de um jornal vagabundo é sua alternativa;
Virar notícia de jornal, morto pela polícia;
Uma foto estampada na primeira página;
Morre mais vagabundos e é só pra começar;
Dentro de qualquer D20 de um passo pro inferno;
E no dp caguetagem ou choque elétrico;
A escolha é sua, depende do seu proceder;
Pois se optou pelo crime sua tendência é morrer;
E o embalo está a vontade consumindo todas;
Vendendo a alma pro crack, se dizendo na boa;
Não vai ser traficante, não tem cacífe pra isso;
De dezesseis ou doze vai ficar no vício;
Vai conhecer sua derrota em forma de droga;
Vai se acabar no cachimbo e não no fuzil da rota;
Vai de esperto malandro pra viciado otário;
É o preço da malandragem que se paga o embalo;
Um batalhão de pms na sua é pra valer;
Não tem seguro pra pagar então vai ter que morrer;
Não tem cadeia nessa hora e nem se entrega se quiser;
Sai trocando e o vencedor é o que ficar de pé;
E se cair será coberto com jornal e quem se importa;
Apenas um cadáver ou apenas mais um bosta;
Que na vida é assim nem toda idéia consta;
E não existe sangue b e nem sempre a malandragem toma conta.

(4x) a malandragem toma conta.
( se diz que é malandro então segura a bronca )

Jurou por deus que se pudesse voltaria atrás;
Achou legal no começo, dinheiro fácil, malandragem demais;
Andar gingando na rua, chamando sempre atenção;
E escutar do pessoal "é o maluco é ladrão";
Quem nunca foi assim, quem nunca teve vontade;
De ser o número um o rei da malandragem;
Quem nunca quis ter armamentos e trocar com alguém;
Eu sei que todo pobre quis inclusive eu tembém;
Eu sei do ódio da polícia, eu sei de tudo isso;
Mas fui embalo, me fodi, eu mereci meu destino;
Só devo contas á deus, minha sentença paguei;
Pensei que iria ser fácil, mas de que jeito acabei;
A malandragem toma conta, toma conta sim;
Veja os detentos nos presídios, veja a merda que eles vivem enfim;
Todos batiam no peito e se diziam malandros;
E hoje estão fudidos, estão se acabando;
Ou vão pro saco muito antes de qualquer presídio;
Por que existe o ditado: "pra bom gambém não tem ferido";
E no distrito é só deus e os investigadores;
E sim senhor e não senhor, é foda, não existem flores;
Embaçado obedecer quem você nem conhece;
Mas no dp é assim, qualquer arrombado é seu chefe;
Seus parentes te esquecem não visitam no domingo;
É bem por aí, você fudido e os outros rindo;
A malandragem toma conta e é dessa forma;
Jogando pobres embalos no crime ou pra viverem de esmolas.

(4x) a malandragem toma conta.
( se diz que é malandro então segura a bronca )

Composição: Eduardo e Dum-Dum · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Gabriel
19.752 exibições
Ver mais fotos
  1. Desculpa, Mãe
  2. Castelo Triste
  3. Eu Não Pedi Pra Nascer
  4. Estrada Da Dor 666
  5. 12 De Outubro
  6. Hoje Deus Anda De Blindado
  7. Versos Sangrentos
  8. O Menino do Morro
  9. Apologia Ao Crime
  10. O Rei da Montanha
  11. A Marcha Fúnebre Prossegue
  12. O Circo Chegou
  13. Isso Aqui É Uma Guerra
  14. Roleta Macabra
  15. Aonde O Filho Chora E A Mãe Não Vê
  16. Brincando De Marionete
  17. Favela Sinistra
  18. A Bactéria FC
  19. Colecionador de Lágrimas
  20. O Espetáculo Do Circo Dos Horrores
  21. Cartilha do Ódio
  22. Anjo Da Guarda Vs Lúcifer
  23. Pomba Branca
  24. Front de Madeirite
  25. Aparthaid No Dilúvio de Sangue
  26. Espada no Dragão
  27. Sei Que Os Porcos Querem Meu Caixão
  28. A Guerra Não Vai Acabar
  29. Proteção
  30. A História de Um Traficante
  31. Pacto com o Diabo
  32. Outro Caminho
  33. A Minha Voz Está No Ar
  34. Conversando com os mortos
  35. Chico Xavier do Gueto
  36. O Homem Estragou Tudo
  37. Assalto A Banco
  38. Abismo Das Almas Perdidas
  39. País do Futebol
  40. Discurso Ou Revólver
  41. Bala Perdida
  42. Homenagem Póstuma
  43. Sonhei Com O Céu
  44. De Mãos Dadas Com O Inimigo
  1. Sem Luz No Fim do Túnel
  2. Sem Limites
  3. Um Grito de Socorro
  4. A paz está morta
  5. Alcatraz
  6. Estamos de Luto
  7. Mundo (part. Sérgio Saas)
  8. Um Gole de Veneno
  9. A Cidade É Nossa
  10. São Paulo - Awshvitiz Versão Brasileira
  11. CNN Periferica
  12. Livro de Auto Ajuda
  13. 765 Motivos Pra Morrer
  14. No Trilho Do Vale Da Sombra
  15. Tecla Pause
  16. A Capela Dos 50.000 Espíritos
  17. Aperte O Gatilho Por Favor
  18. Cortando o Mal Pela Raiz
  19. A Vida Ensina
  20. No fim não existem rosas
  21. Enterro De Um Santo
  22. Sonhos Que Eu Nao Quero Ter
  23. Não Quero Ser o Próximo Defunto
  24. Reflexões Do Corredor Da Morte
  25. O Show Começa Agora
  26. Pesadelo do Sistema
  27. Mulheres Negras
  28. Carnificina
  29. Dia dos Finados
  30. Lágrimas de Sangue
  31. Memórias do Apocalipse
  32. Eu queria mudar
  33. Prepara As Algemas (part. Facção Central)
  34. Vidas Em Branco
  35. Justiça Com As Próprias Mãos
  36. Dias Melhores não Virão
  37. Vozes Sem Voz
  38. Quando Eu Sair Daqui
  39. Detenção Sem Muros
  40. Eu To Fazendo o Que o Sistema Quer
  41. O Que Os Olhos Veem
  42. Espetáculo do Circo Dos Horrores
  43. Aqui Ela Não Pode Voar
  44. A Mil Anos Luz da Paz
  1. Dia Comum
  2. Mensagem ao Céu
  3. No Fim Não Existe Rosas
  4. De Encontro Com A Morte
  5. Pavilhão Dos Esquecidos
  6. Quando É Que Vão Olhar Pro Inferno
  7. Aqui São Teus Cães
  8. O Poder Que Eu Não Quero
  9. O Pavilhão Dos Esquecidos
  10. A Malandragem Toma Conta
  11. Resgate
  12. Um Mundo Melhor
  13. Vão Ter Que Algemar Meu Cadaver
  14. Pilantras
  15. Em Nome Da Honra
  16. Roube Quem Tem
  17. A Cor
  18. Fone maldito
  19. Tensão
  20. Artista Ou Não
  21. Um Lugar Em Decomposição
  22. Introdução
  23. Sangue, suor e lágrimas
  24. Morte Sem Lembrança (part. A286)
  25. A Paz é uma Pomba Branca
  26. Prisioneiro do Passado
  27. Interlúdio
  28. IML
  29. Atrás das grades
  30. Nós Por Nós
  31. Estratégia
  32. Nada É Mais Como Antigamente
  33. Vida Baixa
  34. Feridas leves
  35. Não Dê a Sua Cara a Tapa
  36. Pra Vocês Faccionários
  37. O Que o Sistema Quer
  38. O Passageiro da Agonia
  39. O Pesadelo Prossegue
  40. A Informação É a Luz
  41. A Mil Anos Luz da Paz
  42. Observando o Rio de Sangue
  43. Somos Assim (Juventude de Atitude)
  44. Finalização
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais