Triste Serenata

Gilberto Gil

exibições 1.112

plangente violão a entoar canções
deslumbrante luar a pratear a rua
maviosas palavras a enlevar corações
brandos sons de estrelas, fluindo em borbotões
doce ilusão na noite triste e nua!

fala de amor o pobre seresteiro
canta de dor o velho violão
e a noite de Lua, noite de janeiro
brinda almas felizes com sono fagueiro
só não acalma meu triste coração

ó noite fria que em meu peito agora vive
por que vens trazer a doce luz da Lua?
por que não levas o vazio que me oprime
e envias a canção do amor que redime?
por que não vais, ó noite fria e crua?

Terra Música
feedback