Letras de músicas - Letras.mus.br

Que Nem Vem-Vem

Irah Caldeira

Quebrei no dente um taco da literatura
Tô na história tô e sei que sou motivo pra falar
Entrei de cara cara tô caindo fora
Ta no tempo já é hora de poder me desfrutar
Semente negra eu sou raiz tuberosa
Aguado em verso e prosa na cacimba de Belá

Meu canto tem o chap-chap de uma cuia
Tem tem tem as manhas que o mestre louro plantou
Pra colher eu canto assim que nem vem-vem
E soar como um acorde de sanfona
Festejar que nem "passarim" no xerém
Namorar com as batidas da zabumba

Tum tum tum bate meu coração
Por um forró que nem o de Passagem Funda
Tum tum tum bate bate meu coração
Dá-lhe zabumba Jackson no pandeiro é "As"
Tum tum tum bate bate meu coração
Se esse moreno não me quer não quero mais

499 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais