Minina da Aldeia

IVAN COSTTA

Te conheci criança, quando voce m,orava na aldeia.
Voce era uma menina feia, de chinelinhos nos pés
Sempre despenteada saia rasgadas nas cadeiras.
O dia inteiro abanando apeneira na colheita do café

Te encontro agora completamente diferente,
Tão bonta e atraente, um encanto de mulher
Queriatanto ser, o seu primeiro namorado
Seu marido apaixonado cheio de amor e fé.

Menina da aldeia, ai quem me dera se eu podesse agora.
Voltar de novo ao tempinho da escola, e com voce novamente estudar
Menina da da aldeia, lembro me aida como se fosse agora
Eu no caminho lhe tomava a sacola só pra ver voce chorar

Quem diria que voce iria ficar tão bonita,
Não usa mais o vestido de chita nem as sandalhas de amarrar
Ficou moderna agora linda curvas na cintura, parece mesmo uma escultura delicada no andar.

O tempo transformou, aquela menia feia, num corpinho de sereia
Um encanto de mulher
Queriatanto ser, o seu primeiro namorado, seu marido apaixonado cheio de amor e fé

Menina da aldeia, ai quem me dera se eu podesse agora
Voltar de novo ao tempinho da escola, e com voce novamente estudar
Menina da da aldeia, lembro me aida como se fosse agora
Eu no caminho lhe tomava a sacola só pra ver voce chorar

Composição: Lourenço e Lourival · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Iraci
180 exibições
Ver mais fotos

Comentários


Quem curte?

Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais