História de Lampião

Jackson do Pandeiro

exibições 3.821

Maior do que Deus, ninguém
Valente foi Lampião,
Mas quando a polícia chegou,
Acabou-se o valentão.

Tinha centenas de morte,
Foi o terror do Sertão
Dizem até que se escondia
A força de oração,
Mas quando a polícia chegou,
Acabou-se o valentão.

Eu vou deixar Lampião
Com sua triste desdita,
Porque preciso falar
Sobre Maria Bonita,
Que também se fez bandida
Por amor a Lampião,
Foi rainha do cangaço
Naquele alto Sertão.

Eu que adoro as mulheres,
Vou dar minha opinião
Lampião podia pagar
Pelo que fez no Sertão,
Junto com seus companheiros
E Maria Bonita não.

Não, não, não
Mulher não nasceu pra sofrer
Não, não, não, não
E não devia morrer.

Composição: Severino Ramos / Jackson do Pandeiro · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por André
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música
feedback