A Solidão e a Saudade

João Luiz Corrêa

exibições 5.461

A Solidão e a Saudade A solidão e a saudade
São duas chinas mal domadas
Caborteiras, desgarradas
Maneiam a alma do cuera
Acolheradas com as rimas
Nas noites que se faz ronda
São parceiras das milongas
E do coração tapera

REFRÃO
Que bom existir poeta
Pra tapear a solidão
Espantar a saudade
Nos versos de uma canção

Para quem escreve versos
Logo a saudade aparece
Trançando os tentos das rimas
Pois quem ama não esquece
Dando rédeas à poesia
Também vem a solidão
Vem arpejos e acordes
Pra rimar com violão

Se pedir para um poeta
Uma rima pra saudade
Responde no pé da letra
Rima com felicidade
Mas pra quem está sofrendo
Distante do seu amor
A rima é solidão
Mesmo sendo verseador.

0 comentários
Terra Música feedback